Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/10/19 às 14h37 - Atualizado em 15/10/19 às 11h47

Mostra de Cinema Espanhol traz documentário sobre Carlos Saura, inédito no Brasil

COMPARTILHAR

Cinco filmes compõem a seleção que entra em cartaz na quarta (16) com entrada gratuita; “Greta” segue em exibição

 

Um documentário sobre o cineasta Carlos Saura (1932) abre no Cine Brasília na quarta, 16, “A Mostra de Cinema Espanhol”. Inédito no Brasil, “Saura(s)”, de Felix Viscarret, conta a vida do diretor de obras de arte como “Cría cuervos” (1976), “Bodas de Sangue” (1981) e “Carmen” (1983 – premiado com Oscar e em Cannes), entre quase 40 outros, a partir do olhar dos sete filhos.

 

A Mostra, que já passou por outras capitais brasileiras como São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Teresina, Palmas e Curitiba, é fruto de pareceria entre a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) e a Embaixada da Espanha. A entrada é franca.

 

Continua em cartaz, com ingressos a R$ 12 a inteira, o filme brasileiro “Greta”, do cearense Armando Praça, enfatizando a força do cinema do Nordeste. Ambienta percursos de vida marginais em torno do cotidiano de Pedro (Marco Nanini), um enfermeiro homossexual de 70 anos, fã da atriz sueca Greta Garbo. Na tela um país entristecido talvez, desesperado ainda não.

 

Confira a seguir fichas técnicas, sinopses e programação.

“Saura(s)”
De Felix Viscarret (2017, documentário, 86 minutos, livre)
Sinopse – Félix Viscarret realizou um retrato fílmico do grande mestre do cinema espanhol Carlos Saura e nos mostra um personagem mais íntimo através das conversas do cineasta de Aragón e seus sete filhos. Mas Carlos Saura não gosta muito de falar do passado.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=vCeANnMZLJ0

 

“Te dou meus olhos” (Te Doy Mis Ojos)
De Iciar Bollain (2003, drama, 106 min, 12 anos)
Sinopse: Numa noite de inverno, Pilar foge da sua casa levando consigo apenas quatro coisas e seu filho Juan. Escapa de Antonio, um marido que a maltrata e com o qual está há nove anos. Antonio vai atrás dela. “Pilar é seu sol, ele sempre fala…”
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=GsfiqdKao2g

 

“O que os homens falam” (De qué hablan Los Hombres)
De Cesc Gay (2012, comédia, 95 min, 12 anos)
Sinopse: Oito homens enfrentam a crise de meia-idade neste filme de episódios. E. (Eduardo Fernandez), que volta a morar na casa da mãe, encontra-se casualmente com um amigo de infância, J. (Eduardo Sbaraglia), que conquista tudo o que deseja, mas está deprimido. S. (Javier Camara) tenta retomar o casamento dois anos após o divórcio. G. (Ricardo Darín) confessa a L. (Luis Tosar) que desconfia que sua esposa o trai. P. (Eduardo Noriega) tenta seduzir uma colega de trabalho. Já A. (Alberto San Juan) e M. (Jordi Mollà) têm segredos íntimos revelados. Uma crítica bem-humorada com corte de gênero.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=iepz3ChABHw

 

“Primos”
De Daniel Sánchez Arévalo (2011, comédia, 97 min, 12 anos)
Sinopse: O que fazer quando sua noiva te abandona cinco dias A noiva de Diego antes do casamento? Ir à igreja na esperança de que ela se arrependa? Chamar os primos para beber até se enlouquecerem? Voltar à cidade de veraneio da infância para tentar reencontrar um amor da adolescência? Homens sendo “homens”.
https://www.youtube.com/watch?v=oHLlq50CvT0

 

“Maria e os outros” (Maria y los demás)
De Nely Reguera (2016, drama, 96 minutos, 12 anos)
Sinopse: Desde que sua mãe morreu, quando tinha 15 anos, Maria cuida do pai e de seus irmãos. Responsável e controladora, sempre foi o pilar da família. Mas quando seu pai se apaixona pela enfermeira e anuncia o noivado, Maria sente que sua vida começa a desmoronar.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=adTb360Be2I

 

“Greta”
De Armando Praça (2019, drama, 97 minutos, Brasil, 18 anos)
Sinopse: No filme “Greta”, de Armando Praça, Marco Nanini interpreta um enfermeiro de 70 anos (Pedro) que é fã de Greta Garbo, atriz sueca dos anos entre 1920 e 1930. Ele ajuda um jovem criminoso hospitalizado, Jean (Démick Lopes), a escapar e acaba se envolvendo romanticamente com ele. É inspirado livremente na peça de teatro “Greta Garbo, Quem Diria, Acabou no Irajá” (Fernando Melo, 1970).
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=Xktcr_OV42A

 

Programação de 16 a 20 de outubro

16/10,
16h, “Greta”
18h30, Abertura da Mostra de Cinema Espanhol (Coquetel)
19h30, “Saura(s)”

17/10,
16h, “Greta”
18h, “Te dou meus olhos”
20h, “Primos”

18/10,
16h, “Greta”
18h, “O que os homens falam”
20h, “Maria e os outros”

19/10,
16h, “Greta”
18h, “Saura(s)”
20h, “O que os homens falam”

20/10,

14h, “Os inquilinos”*
16h, “Greta”
18h, “Primos”
20h, “Te dou meus olhos”

 

*Essa sessão especial de domingo às 14h acontecerá porque o filme em questão não foi exibido na data em que foi programado anteriormente (durante a Mostra de Cinema de Taiwan) devido a questões técnicas na legendagem em português. Por tal razão, vamos realizar uma sessão extra para não deixar de exibir um filme que havíamos anunciado. Pedimos desculpas pelo transtorno e repetimos abaixo a ficha técnica.

 

“Os Inquilinos” (The tenants downstairs)
De Adam TSUEI (2016, ficção, 116 min, 18 anos)

Sinopse: O filme é uma fantasia assustadora que inclui corpos feridos e vidas amaldiçoadas que se encontram e desencontram em uma propriedade administrada por um senhorio, que procura por um tipo específico de inquilinos para o prédio que herdou de parentes. Levado pelo desejo de bisbilhotar os aspectos mais sombrios da natureza humana, o que ele vê pelos olhos das câmeras ocultas lhe dá uma perversa satisfação. Entretanto, apesar de sua aparência demoníaca, ele atende pacientemente a um grupo de inquilinos desajustados.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=bLIUgB1PNWQ

 

Serviço
“Greta” tem entrada cobrada, R$ 12 (inteira)
Mostra de Cinema Espanhol – entrada franca
Endereço: Asa Sul, entrequadra 106/107. Telefone: (61) 3244-1660.