Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/06/14 às 0h53 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Moradores de Planaltina se reúnem em praça para torcer pelo país

COMPARTILHAR


Crianças e adultos se divertiram acompanhando a disputa Brasil x Croácia

A esquina da Praça do Museu, no Setor Tradicional de Planaltina, ficou cheia de torcedores no fim da tarde desta quinta-feira (12) durante a partida em que o Brasil venceu a Croácia por 3 x 1.

Os moradores vibraram com as jogadas da seleção brasileira. Quem chegou cedo, conseguiu um lugar melhor para asssitir jogo. Os mais atrasados torceram em pé, mas nada tirou a animação do público.

O clima era de descontração e de tranquilidade. Policiais asseguraram a ordem no local com monitoramento entre os torcedores e, em volta do espaço, com viaturas.

Eliane de Souza viu a partida ao lado do marido, do filho e de dois sobrinhos. “Aqui está bem sossegado e o que me fez ficar para ver o jogo foi justamente o policiamento”, disse a professora.

No meio da torcida um casal apaixonado chamava a atenção entre os moradores. A farmacêutica Kellyane Seibt (22) aproveitou o dia dos namorados com o noivo Gustavo Briogo (27). Os dois comemoravam agarradinhos cada gol do Brasil.

“Nós moramos na Vila Buritis e, quando vimos a estrutura montada, resolvemos ficar. Valeu a pena”, disse Kellyane, que mora na cidade há apenas um ano.

No colo do pai, o pequeno João Victor (1) usando uma camisa do Brasil, não entendia bem o que se passava, mas se divertiu bastante. Suelen Rodrigues, tia da criança, disse que gostou de assistir o jogo na praça e voltará nas próximas disputas.

“Aqui é bom por que dá para sentir o calor da galera e assim fica mais emocionante”, explicou. No intervalo do jogo, homens e mulheres dançavam animadamente. A música “Lepo Lepo” fez muita gente levantar e deixar, por alguns minutos, a cadeira.

Eduardo Cunegundes (11) mora em Ceilândia e foi à Planaltina para aproveitar o dia com os parentes. O garoto, que sonha em ser jogador de futebol, diz ser fã do paraibano Hulk, mas usava uma peruca que imita o corte de cabelo do atacante Neymar. Assistiu toda a competição ao lado do primo Daniel de Souza (9). Os dois estavam com os rostos pintados de verde e de amarelo. “Gosto de futebol por que é tradição no nosso país e acompanhar aqui na rua foi muito legal”.