Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/08/12 às 11h48 - Atualizado em 13/11/18 às 14h37

Mês da Consciência Negra

COMPARTILHAR

Brasil recebe exposição sobre a tradição dos penteados nas comunidades afrodescendentes. Embaixada da Colômbia e Caixa Cultural trazem a partir do dia 16, o trabalho de cabeleireiras em diferentes lugares da Colômbia e América Latina.

Abertura da Exposição “Quieto Pelo” da afro colombiana Liliana Angulo, no dia 16 , a partir das 19h, é uma parceria da Embaixada da Colômbia com a Caixa Cultural. Formada pela Universidade Nacional de Colombia com especialização em Escultura, a artista plástica explora, por meio de fotos e vídeos, a identidade racial e a cultura afro-colombiana. A mostra é parte das comemorações pelo ano internacional do afrodescendente.

“Quieto Pelo” é um projeto de criação coletiva, onde a arte não se restringe às fotografias.O objetivo é documentar tradições orais, práticas associadas ao penteado, o cuidado com o cabelo e a realidade social representada pelo corpo. O trabalho de Liliana Angulo ocupa um lugar importante no meio das artes colombianas. Ela trabalha simultaneamente com instalações, vídeo, exibições de fotos e performances. Sua temática reflete não só uma expressão do feminino diante da violência do mundo globalizado, mas vai além, mergulhando no passado afrodescendente, passando por ícones incômodos de aprisionamento, tortura do corpo feminino e preconceito.

A exposição convoca cabeleireiras e outras pessoas que conhecem as histórias do penteado nas diferentes regiões da Colômbia e América Latina para dividirem sua experiência em um evento público cujo caráter é cultural. O evento contará com a presença de duas baianas fazendo penteados inspirados na cultura afrocolombiana. A entrada é franca. A exposição ficará aberta de terça a domingo, das 09h às 21h, até o dia 18 de dezembro de 2011.

Publicada em 2011