Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/06/15 às 17h48 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Matinê da Maturidade debate o processo de envelhecer

COMPARTILHAR

Cineclubes no Museu Nacional da República exibe filmes voltados para a terceira idade

O Museu Nacional da República recebe, no dia 29 de junho, a primeira edição do projeto Matinê da Maturidade – um cineclube especial para pessoas idosas com exibição de filmes cuja temática ajude a construir uma nova percepção do processo de envelhecer. Na primeira edição, será exibido o iraniano “Separação” (2011), a partir das 14h30.

A proposta é debater, por meio dos filmes, diferentes temas e conceitos relacionados à velhice, tais como: aposentadoria, relações familiares, amor, sexualidade, trocas sociais/isolamento, projeto de vida, morte, doença/dependência, identidade/discriminação, dentre outros, e até mesmo desfazer alguns estereótipos.

O projeto Matinê da Maturidade é pautado no Capítulo V do Estatuto do Idoso, em especial o Art. 20, que prevê à pessoa idosa o “direito à educação, cultura, esporte, lazer, diversões, espetáculos, produtos e serviços que respeitem sua peculiar condição de idade” e tem como público-alvo pessoas acima dos 60 anos.

A iniciativa é desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), pelo Mestrado em Gerontologia da Universidade Católica de Brasília (UCB) em parceria com a Secretaria de Cultura do Distrito Federal, e pela Coordenação de Promoção de Direitos da Pessoa Idosa da Secretaria de Estado de Políticas para Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semidh).

As sessões acontecerão nas últimas segundas-feiras de cada mês, até dezembro, de acordo com a programação abaixo.

Sinopse – A Separação (2011, 123 min)

Nader e Simin divergem sobre a possibilidade de deixar o Irã. Simin quer deixar o país para dar melhores oportunidades a sua filha, Termeh. Nader, no entanto, quer continuar no Irã para cuidar de seu pai, que sofre do Mal de Alzheimer. Chegam à conclusão de que devem se separar, mesmo ainda estando apaixonados. Sem uma esposa para cuidar da casa, Nader contrata uma empregada para ser responsável pelos afazeres domésticos e cuidar da rotina de seu pai adoentado. A empregada, que está grávida, aceita o trabalho sem avisar o seu marido, o que gera muitos conflitos a todos os envolvidos. Dirigido por Asghar Farhadi, o filme iraniano ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2012, e o Urso de Ouro do Festival de Berlim de 2011.

Programação

Dia

Filme

29 de junho

A separação

27 de julho

Chega de saudade

14 de agosto

Elsa e Fred

28 de setembro

Colcha de retalhos

26 de outubro

O clube da feliz idade

07 de dezembro

Canção para Marion


Serviço

Matinê da Maturidade

Quando: 29 de junho de 2015, às 14h30

Onde: Museu Nacional da República

Mais informações: Roberta Gregoli – 3425-4884 / 3291-1554