Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/04/13 às 14h35 - Atualizado em 13/11/18 às 14h38

Maestro Dudamel e Orquestra Sinfônica Simón Bolívar emocionam público no Teatro Nacional

COMPARTILHAR

A presidente Dilma Roussef; o governador do DF, Agnelo Queiroz; e o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa participaram, na noite de terça (09/04), no Teatro Nacional, da apresentação da Orquestra Sinfônica Simón Bolívar, regida pelo maestro venezuelano, Gustavo Dudamel.

As autoridades ocuparam o camarote da Sala Villa-Lobos. Embaixo, as cadeiras foram tomadas por fãs da música clássica. A maioria dos espectadores estava lá por um motivo quase unânime: o jovem e renomado maestro Gustavo Dudamel.

E quem assistiu à apresentação não se decepcionou. “É um momento histórico e de uma emoção ímpar para qualquer amante da música clássica. Ver uma orquestra como essa é como se o nosso corpo flutuasse, seu corpo e seu espírito viajam juntos”, disse, emocionada, a professora Marina Alves.

Um dos momentos que mais emocionaram o público foi a execução do hino nacional.

A apresentação aconteceu no mesmo dia em que o governador Agnelo Queiroz, ao lado do maestro da Orquestra Sinfônica Simón Bolívar José Antonio Abreu –fundador do conjunto de músicos– lançou o projeto Música nas Escolas do DF. A iniciativa cultural segue o projeto desenvolvido pelo governo da Venezuela.
No país vizinho, os alunos de escolas públicas assistem frequentemente a apresentações de música clássica. Além de contribuir para a formação e o melhoramento no desempenho da aprendizagem, incentiva a tocar um instrumento e a se interessar pelas artes, o que permite o descobrimento de talentos.
A expectativa é que as aulas comecem a partir de julho no DF. Inicialmente, 132 mil alunos da rede pública serão beneficiados com o projeto.

Criada pelo maestro Abreu há 38 anos, a orquestra Simón Bolívar é considerada pela crítica especializada como uma das mais destacadas da América Latina.