Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/09/17 às 18h41 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Lugar de Cultura: boas novas para a dança

COMPARTILHAR

Aberto chamamento para parceria na gestão do Centro de Dança

Organizações da sociedade civil interessadas em elaborar a programação do Centro de Dança do Distrito Federal podem se candidatar por meio de chamamento público. As regras da concorrência foram publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal desta sexta-feira (1º).

A instituição escolhida ficará responsável pela curadoria e coordenação das atividades adequadas ao perfil e às diretrizes do espaço. Assim, a entidade deverá elaborar propostas para pesquisa de linguagem, investigação do movimento, qualificação artística e aperfeiçoamento profissional.

Além disso, a instituição se comprometerá a elaborar atividades para disseminação do conhecimento, criação e inovação em dança. “A ideia é fazer do Centro de Dança um polo de excelência”, explica a coordenadora de Formulação de Políticas Públicas de Cultura, da Secretaria de Cultura, Lívia Frazão.

O edital prevê orçamento de R$ 600 mil para a proposta vencedora. A parceria entre governo e organização da sociedade civil terá duração de novembro de 2017 a setembro de 2018.

Para participar, é preciso comprovar inscrição no cadastro nacional de pessoa jurídica (CNPJ) há, no mínimo, dois anos. Também é necessário apresentar certidões negativas de débito com o governo de Brasília e com a União, além de documentos pessoais dos dirigentes.

A entrega das propostas deve ser feita de 1º de setembro a 2 de outubro, na sede da Secretaria de Educação, na SCN Via N2, Anexo do Teatro Nacional Cláudio Santoro, ou pelo e-mail centrodanca@cultura.df.gov.br. Para informações e esclarecimentos, os interessados podem ligar para (61) 3325-6268.

DF implementa Política de Estímulo e Valorização da Dança

As diretrizes para fortalecimento da dança no Distrito Federal estão estabelecidas pela Portaria nº 250, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal na quinta-feira (31).

A norma estabelece a Política de Estímulo e Valorização da Dança e é resultado de debate entre governo e representantes da área sobre as demandas para o setor.

Além disso, a portaria e firma o compromisso de incluir a dança nas políticas de fomento à cultura existentes e às que ainda serão criadas. “É um ato de governo fruto da participação social”, defende Lívia Frazão.

*Da Agência Brasília