Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/07/19 às 18h35 - Atualizado em 18/07/19 às 18h58

Lobo Fest exibe em sessão única programação infanto-juvenil que reúne públicos diversos

COMPARTILHAR

A décima-primeira edição do Lobo Fest – Festival Internacional de Filmes apresentou hoje (18) no Cine Brasília em sessão única uma retrospectiva de mostras anteriores com curtas voltados para o público infanto-juvenil, produzidos em países como França, Rússia, República Tcheca, Noruega, Dinamarca, Taiwan e Brasil.

 

Com entrada franca, fruto de parceria dos organizadores com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) do DF, a mostra foi gratuita, com classificação indicativa livre. Aberta ao público, a sessão também teve como convidados 80 estudantes, de 7 a 12 anos, do ensino fundamental de escolas públicas da Vila Cauhy, Vale da Benção e Núcleo Bandeirante, e 35 jovens (de 7 a 18 anos) da Casa Azul, que atende famílias das comunidades de Samambaia, Riacho Fundo II, São Sebastião e Vila Telebrasília.

 

A educadora da Colônia de Férias Social da Administração do Núcleo Bandeirante Jhenefer de Oliveira Machado informou que bem mais da metade das crianças que a instituição levou, em dois ônibus cedidos pelo Corpo de Bombeiros do DF, nunca havia pisado num cinema.

 

Moradora do Plano Piloto, a psicóloga Michele Coutinho tomou conhecimento do Lobo Fest pelas redes sociais e levou a filha Íris, 8 anos. Frequentadora do CCBB e da Caixa Cultural, Michele valoriza a programação do Cine Brasília, “que abre horizontes culturais”, afirma.

 

O programador da mostra, Ulisses de Freitas, acredita que esse é o papel do festival: “Escolhemos dentre a produção recente de vários países o que é mais contemporâneo em termos de temática, estética e do que existe no universo lúdico-educativo”. Ele entende que Brasília e o Cine têm um papel destacado na cultura audiovisual: “Aqui existe essa bela sala e um público que gosta e está acostumado a ir ao cinema”.