Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/04/18 às 17h19 - Atualizado em 13/11/18 às 14h36

Lançamento do Mapeamento dos Terreiros do DF

COMPARTILHAR

Mostrar onde estão os principais locais dedicados à prática das religiões de matriz africana, para promover políticas públicas que auxiliem no combate à intolerância religiosa e promovam a igualdade racial. Esse é o objetivo do Mapeamento dos Terreiros do Distrito Federal,  apresentado nessa sexta (03) de maio, às 10h30, no Museu Nacional da República. A iniciativa resulta de parceria da Secretaria de Cultura do Distrito Federal com a Fundação Cultural Palmares (FCP) e a Universidade de Brasília (UnB).

 

O Secretário de Cultura, Guilherme Reis, considera a iniciativa fundamental para a promoção da igualdade racial. “Os espaços dedicados às religiões de matriz africana sempre concentraram um grande número de manifestações culturais que contribuíram grandemente para a construção de quem somos enquanto brasileiros. O mapeamento resgata a importância desses locais e nos ajuda a pensar políticas públicas direcionadas territorialmente”, explica o secretário.

 

A cerimônia de lançamento contou com a presença de representantes do Governo de Brasília, do presidente da Fundação Palmares, Erivaldo Oliveira; e do professor e pesquisador Rafael Sanzio, responsável pelo estudo, além de representantes das religiões de matriz africana e apresentações culturais com Grupo Obará, Dhi Ribeiro e Asé Dudu.

 

Na ocasião o Governador Rodrigo Rollemberg formalizou a adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir). Com isso, as políticas de promoção de igualdade racial consolidam-se como uma política de estado. Com a assinatura do Decreto Raça e Cor agora deverão ser incluidos os quesitos raça, cor, etnia nos formulários, sistemas de informação, avaliação, monitoramento, coleta de dados, censos, programas e ações no âmbito da administração pública do Executivo do DF.  O instrumento tem como finalidade o desenvolvimento de metodologias voltadas para a informação, apoio, monitoramento e enfrentamento ao racismo e promoção da igualdade racial.

 

“Uma das coisas mais bonitas que temos em nosso país é a diversidade cultural. Temos que reconhecer e promover essa diversidade como um valor precioso da nossa cultura. O trabalho de mapeamento é fundamental para o poder público localizar estes Terreiros para que possam ser regularizados. Contem com o GDF para a promoção de políticas públicas de igualdade racial”, afirma Rollemberg. Um bom exemplo é o que está sendo feito acerca da Praça dos Orixás: “Iniciamos os trâmites para tornar a Prainha patrimônio cultural imaterial do DF”.

 

Confira as fotos do lançamento aqui!

 

Serviço

Evento: Lançamento do Mapeamento dos Terreiros do Distrito Federal

Local: Museu da República, Esplanada dos Ministérios Brasília.

Data: 3 de maio.

Horário: 10h30