Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/09/19 às 16h43 - Atualizado em 17/09/19 às 10h16

Johannes Brahms é compositor homenageado no concerto da Orquestra Sinfônica

COMPARTILHAR

O público da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro tem um encontro na terça-feira (17) com o compositor alemão do século XIX Johannes Brahms, nascido em Hamburgo em 1833. A apresentação que acontece no Cine Brasília às 20h terá como solista a dominicana Aisha Syed.

 

“Ele foi sem dúvida uma das mais importantes figuras do romantismo musical europeu do século XIX”, afirma o maestro Cláudio Cohen, que estará no comando da Sinfônica.

 

Brahms abandonou a escola para trabalhar com o pai, um músico humilde que tocava trompa e contrabaixo em tabernas, concertos ao ar livre e pequenos saraus.

 

O talento do hamburguês foi percebido ainda na infância, e ele chegou a realizar turnês com músicos de renome, como o célebre violinista Joseph Joachim, que virou uma espécie de consultor para composições de Brahms para violino.

 

Manteve também uma amizade por toda vida com o casal Clara e Robert Schumann.

 

Brahms foi considerado por críticos como a figura de frente de um movimento de resistência às músicas do húngaro Franz Liszt e do conterrâneo Richard Wagner.

 

Quando, em 1862, Brahms fixou moradia em Viena, na Áustria, onde faleceu, o público já o respeitava como o herdeiro de ninguém menos que Ludwig van Beethoven.

 

Segundo Cohen, “Brahms é um dos mais amados pelos músicos seja pela solidez da suas composições, seja pela beleza lirica de sua frases musicais. Seu compromisso com a excelência foi tamanho que ele só compôs a sua primeira Sinfonia aos 43 anos de idade, uma verdadeira obra prima. O concerto para violino é um grande desafio técnico e musical para qualquer violinista, mesmo os mais dotados, mas sua dificuldade de execução e recompensada pela maravilhosa música que está na partitura”.

 

Sobre a solista da República Dominicana Aisha Sayd, o regente diz que “a jovem violinista, de elegância imperturbável, toca com a nossa orquestra pela segunda vez e demonstrou enorme talento e musicalidade no Concerto de Tchaicovsky executado em Brasília em 2015. Convido o público a não perder essa apresentação da orquestra”.

 

Serviço

Johannes Brahmas Concerto para violino e Orquestra Op.77

Intervalo

Johannes Brahms – Sinfonia no.1 Opus 68
Data: 17 de setembro
Maestro: Cláudio Cohen‬‬‬
Solista: Aisha Syed
Acesso e hora: Entrada franca por ordem de chegada até a lotação do espaço. Os portões são abertos às 19:15 para idosos e pessoa(s) com deficiência e às 19:30 para o público em geral. Concerto começa às 20h.
Local: Cine Brasília, Entrequadra Sul 106/107
Dúvidas e informações: 2017-4030