Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/14 às 20h19 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

II Bienal Brasil do Livro e da Leitura teve público recorde

COMPARTILHAR

Evento movimentou R$ 8 milhões em vendas de livros

Com uma programação diversificada, a II Bienal Brasil do Livro e da Leitura foi um sucesso de público, atraindo cerca de 300 mil pessoas. Com uma estrutura de 23 mil m² montada na Esplanada dos Ministérios, o evento garantiu a comercialização de 445 mil títulos e movimentou aproximadamente R$ 8 milhões.

Durante os 11 dias de evento, o visitante puderam escolher entre os mais de 85 mil títulos expostos. E participar de vários seminários, debates e lançamentos de livros.

Com 158 estandes de empresas entre editoras, livrarias e distribuidoras de livros, os gêneros Juvenil, História e Literatura Fantásticas figuram entre os mais procurados.

A II Bienal discutiu nos seminários temas como os 50 anos do Golpe Militar e a Internet.

Quem foi até o local com as crianças, pode aproveitar conotações de histórias e outras atrações voltadas para os pequenos, que foram público cativo da estrutura montada ao lado da Rodoviária.

A II Bienal Brasil do Livro e da Leitura trouxe a Brasília nomes importantes da literatura mundial. O homenageado internacional foi o escritor uruguaio Eduardo Galeano, autor de obras antológicas, como As veias abertas da América Latina e a trilogia Memória do Fogo. Ariano Suassuna, considerado por muitos o maior escritor brasileiro em atividade, foi o homenageado nacional. Os dois fizeram palestras e lotaram o auditório do Museu Nacional.

A Bienal foi uma realização do Governo do Distrito Federal, por meio das secretarias de Cultura e de Educação, e do Instituto Terceiro Setor (ITS).


Números da II Bienal

Público aproximado de 300 mil pessoas;

Cerca de 85 mil títulos expostos;

Cerca de 400 editora representadas;

Aproximadamente 445 mil livros comercializados;

Movimentação financeira de cerca de 8 milhões de reais (corresponde a venda de livros e não ao valor investido no evento);

23 mil m² de estrutura física montada na Esplanada dos Ministérios;

158 estandes de empresas entre editoras, livrarias e distribuidores de livros;

Estimativa de gêneros mais vendidos: Juvenil, história, literatura fantástica, música, romance, leitura do vestibular, entre outros;

I Bineal Brasil do Livro e da Leitura: mais de 250 mil pessoas; 16 mil m2 de estrutura; 158 estandes; 80 mil títulos expostos; 350 editoras representadas; mais de 330 mil livros vendidos; 6 milhões de movimentação financeira.