Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/12 às 14h14 - Atualizado em 13/11/18 às 14h37

Hamilton Pereira é eleito presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura

COMPARTILHAR

hamilton pereira

Na última sexta-feira (30), a secretária da Cultura de Sergipe, Eloísa Galdino, passou o cargo de presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura para Hamilton Pereira, do Distrito Federal. A escolha da nova presidência ocorreu durante a 1ª Reunião Ordinária de 2012 da entidade, realizada no Palácio-Museu Olímpio Campos, em Aracaju.

Hamilton Pereira foi eleito por unanimidade e agradeceu aos colegas por terem o conduzido à presidência da entidade e afirmou que pretende fortalecer ainda mais as discussões em torno do desenvolvimento dos Planos de Cultura nos estados e municípios e sobre a construção do Sistema Nacional de Cultura. “Nesse sentido, o fórum tem o papel de democratizar ainda mais a instituição e buscar os setores que ainda estão desorganizados para que possam contribuir como desenvolvimento dessas políticas”, enfatizou Pereira.

Além do presidente do Fórum, foram escolhidos os cinco vice-presidentes regionais que vão atuar ao lado do Hamilton Pereira, são eles: Francisco J. Pinheiro (Ceará) como vice-presidente da região Nordeste; Assis Brasil (Rio Grande do Sul) como vice-presidente da região Sul; Francisco Leilson (Rondônia) como vice-presidente da região Norte; Hamilton Pereira (Distrito Federal) como vice-presidente da região Centro-Oeste; e, Andrea Matarazzo (São Paulo) como vice-presidente da região Sudeste.

O Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura possui um papel fundamental na construção das políticas culturais em âmbito nacional e regional. O Fórum tem por finalidade possibilitar a participação e atuação dos Estados na formulação de diretrizes básicas de uma política cultural comum, respeitando-se o contexto da diversidade cultural brasileira. Além disso, a entidade tem por objetivo propor e oferecer, com o apoio das instituições culturais federais, mecanismos de facilitação, visando fortalecer os processos do desenvolvimento cultural do País e assegurar o intercâmbio artístico e cultural entre os Estados membros.