Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/10/13 às 14h08 - Atualizado em 13/11/18 às 14h39

GDF conclui primeiras contratações após implantação no novo sistema da Cultura

COMPARTILHAR

Festival internacional de bonecos terá 19 bonequeiros do DF sob novo regime

O Governo do Distrito Federal fechou esta semana os primeiros contratos com artistas locais após a mudança no sistema de contratação artística do DF. Ao todo, 19 bonequeiros do DF foram contratados pela Secretaria de Cultura para apresentações no 12º Festival Internacional de Bonecos de Brasília, que começou esta semana e segue até novembro na capital federal. 

O festival é o primeiro evento realizado já com as novas regras para contratações artísticas, anunciadas em agosto deste ano. Por decreto, o governador Agnelo Queiroz estipulou que haverá prefixação de valores dos cachês e o credenciamento prévio dos artistas, aumentando a transparência, agilidade e controle dos processos.

“Com o novo sistema, vamos evitar fraudes e apresentações sem ligação com os eventos, por exemplo, já que os órgãos do governo que vão contratar fazem a escolha a partir de uma seleção pré-existente de artistas que já cumpriram todas as exigências da secretaria”, explica o subsecretário da Unidade de Administração, Alexandre Rangel.

Todos os 19 bonequeiros do DF que se cadastraram no Sistema de Cadastro de Artista (Siscult), apresentaram a documentação, se habilitaram e se credenciaram no edital publicado pelo governo para as apresentações artíticas que ocorrerão até janeiro de 2014 foram contratados pelo GDF para o 12º Festival Internacional de Bonecos de Brasília.

Eles farão, ao todo, 94 apresentações no Teatro Nacional, em escolas, em hospitais, na Universidade de Brasília (UnB) e em nove regiões administrativas. Cada grupo receberá, por apresentação, R$ 3 mil, valor estipulado no edital.

Uma outra novidade do sistema é a obrigatoriedade de rodízio entre os artistas do credenciamento. O primeiro bonequeiro que assinou o contrato só pode ser contratado para outra apresentação depois que todos os 18 credenciados se apresentarem.

“Nós estamos democratizando o acesso às apresentações, permitindo que todos mostrem seu trabalho e sejam contratados para os eventos realizados com dinheiro público”, ressalta Rangel.

O bonequeiro Carlos Machado, do grupo Mamulengo Molungu, é um dos 19 contratados para o festival. Ele já fez duas apresentações da peça “Babau” em uma praça, em Planaltina, e se prepara para outras três apresentações no Teatro Nacional e em Ceilândia.

“Além de poder mostrar nosso trabalho para crianças da rede pública e pessoas que estão passando na rua, temos a oportunidade de um intercâmbio com artistas do mundo todo, o que enriquece o nosso trabalho”, comentou.

Geraldo Magela, outro bonequeiro contratado pelo novo sistema, diz que a expectativa com as novas regras do GDF são altas, já que devem evitar fraudes e corrigir falhas.

“É algo novo e muito interessante para o artista. Estou animado, principalmente com a oportunidade de me apresentar no festival”, afirmou o bonequeiro, que se apresentou esta semana no Teatro Nacional e levará a peça “Natureza da Gente”, que aborda o bullying e o cuidado com o meio ambiente a duas escolas e um hospital em Samambaia.

O GDF prorrogou até 8 de novembro o prazo para credenciamento dos artistas que desejam participar das contratações artísticas do Governo do Distrito Federal até janeiro de 2014.

Os artistas interessados devem preencher a ficha de credenciamento e entregar presencialmente na Secretaria de Cultura, ou via correspondência registrada em horário e data previstos no edital.