Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/11/13 às 11h06 - Atualizado em 13/11/18 às 14h39

GDF aumentou em quase 400% número de contratações artísticas com as novas regras

COMPARTILHAR


Em 30 dias, 127 artistas foram contratados para 12 eventos diferentes, sem aumento de gastos

O GDF já contratou 127 artistas diferentes para se apresentarem em eventos realizados com recursos públicos desde que as novas regras para contratação artística do governo começaram a valer, no dia 12 de outubro.

O número é quase quatro vezes maior que o do período anterior às novas regras. De janeiro a outubro deste ano foram feitas 343 contratações de artistas diferentes em todo o DF, uma média de 34,3 por mês.

“Acreditamos que vamos chegar, em um ano, a mais de 1.700 contratações, de forma mais democrática, com artistas que antes não tinham acesso a esses eventos, e mais importante: sem aumentar o valor investido pelo governo”, ressalta o subsecretário da Unidade de Administração da Secretaria de Cultura, Alexandre Rangel.

Dos 127 artistas contratados até agora, 75 foram selecionados a partir do edital de credenciamento – que tem cachês pré-estabelecidos e respeita o sistema de rodízio – 115 já se apresentaram. 

Os outros já assinaram o contrato e farão, nos próximos dois meses, apresentações pelas escolas do DF em uma parceria da Secretaria de Cultura com a Secretaria de Educação para oferecer oficinas de música e arte, além de teatro de bonecos.

Das contratações feitas com dinheiro público, a grande maioria tem um número maior de apresentações de artistas locais. Dos 52 contratados por convite – artistas consagrados como a banda Titãs para o aniversário do Gama e a banda Araketu para o aniversário do Paranoá – a maior parte foi para o Festival de Bonecos (24), que trouxe apresentações de diversos bonequeiros estrangeiros.

Contratações

A primeira contratação feita pelo edital de credenciamento foi para o 12º Festival Internacional de Bonecos de Brasília, em outubro. Ao todo, 19 bonequeiros fecharam contrato com o GDF e se apresentaram 94 vezes no Teatro Nacional, em escolas, em hospitais, na Universidade de Brasília (UnB) e em nove regiões administrativas. Cada grupo recebeu, por apresentação, R$ 3 mil, valor estipulado no edital.

O rodízio, obrigatório no novo sistema, foi respeitado entre os artistas do credenciamento. O primeiro bonequeiro que assinou o contrato só pode ser contratado para outra apresentação depois que todos os 18 credenciados se apresentaram.

“Nós estamos democratizando o acesso às apresentações, permitindo que todos mostrem seu trabalho e sejam contratados para os eventos realizados com dinheiro público”, ressaltou Rangel.

Além do festival de bonecos, o GDF contratou artistas para o festivail Satélite 61, Limpa Brasil, Lixo e Cidadania, Aniversário do Paranoá e do Gama, Berço do Samba de Sobradinho, Esferas Musicais nas escolas, Paradas Gay do Gama, Águas Claras e Ceilândia e para o Cerrado Virtual.


Evento

Contratados por credenciamento

Contratados por convite

Limpa Brasil

1

2

12º Festival de Bonecos de Brasília

19

24

Festival Satélite 61

10

3

Lixo e Cidadania

3

2

Aniversário do Paranoá

16

2

Parada Gay de Ceilândia

1

Aniversário do Gama

9

2

Berço do Samba de Sobradinho

3

Esferas musicais nas escolas

8

Parada Gay do Gama

5

Cerrado Virtual

16

Parada Gay de Águas Claras

1

TOTAL

75

52