Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/17 às 13h50 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Esculturas Itinerantes chegam ao Museu Nacional

COMPARTILHAR

Exposição reúne trabalhos de 24 artistas de todo o país mais estrangeiros

Após duas edições realizadas no Rio de Janeiro, o Festival de Esculturas Itinerantes vem a Brasília nesta quinta (27), no Museu Nacional da República. Com a participação de 24 artistas de diferentes estados e países, a exposição estará na capital até o dia 27 de agosto para, então, seguir seu caminho pelo Brasil.

Nas edições passadas, o Festival de Esculturas do Rio ocupou o segundo andar do Centro Cultural da Justiça Federal, na Avenida Rio Branco. Em busca de crescimento e a pleno vapor, a realidade do festival foi além do âmbito regional e passou a ser realizado em diferentes cidades, tornando-se Festival de Esculturas Itinerantes.

Com curadoria do produtor de artes visuais carioca Paulo Branquinho, a mostra apresenta esculturas de várias técnicas, materiais e estilos. A proposta é acrescentar dois novos artistas de cada estado por onde o festival passar. Depois de Brasília, as esculturas serão exibidas em Goiânia, na Villa Cultural Cora Coralina; e em Campo Grande, no Marco – Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul. No final, todo o percurso será concentrado no Rio de Janeiro, na terceira edição do Festival de Esculturas do Rio.

O artista plástico Sanagê Cardoso considera o circuito como algo essencial para os artistas e para o público. Com suas esculturas ilógicas e que trabalham o limite do improvável, suas obras também fazem parte do festival. “É fundamental conhecer o trabalho de outros artistas. O festival faz essa radiografia do Brasil, mostrando como anda a escultura em outras partes do país”.

O público vai ter a chance de comparar os trabalhos de vários artistas, segundo Sanagê. “A escultura é uma manifestação vista com olhos em segundo plano dentro das artes. Então, é muito importante ter as esculturas expostas com esse festival. É admirável a coragem do Paulo Branquinho em ter essa iniciativa”.

Além dele, está presente o artista brasiliense Elyeser Szturm. Entre as participações, há também os cariocas Gonçalo Ivo, Raul Mourão, Marcos Cardoso e Cris Cabus; o paulista Angelo Augusto Milani, o mineiro Jorge dos Anjos, a chilena Lorena Olivares, o dinamarquês Jesper Neergaard, a portuguesa Susana Anágua e o uruguaio Boris M. Romero.

Serviço

Festival de Esculturas Itinerantes

Museu Nacional da República

Visitação: de 27 de julho a 27 de agosto, de terça-feira a domingo, de 9h às 18h30.

Entrada franca