Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/04/21 às 13h58 - Atualizado em 20/04/21 às 0h11

Enluarada: uma epopeia sertaneja

COMPARTILHAR

Ascom/Secec

 

 

O espetáculo é uma experiência artística, gastronômica e sensorial, onde a atriz Caísa Tibúrcio conta uma história de amor e morte ambientada no interior campestre de Minas Gerais, enquanto cozinha e serve uma galinhada.
Ainda com muita música tocada e cantada no acordeom, o espetáculo narra uma mistura de histórias inventadas e histórias lembradas a partir de materiais recolhidos em entrevista e vivências no interior de Minas Gerais.
Por meio do contato coma memória afetiva da plateia e da atriz, o espetáculo traz à tona os mitos e ritos que envolvem histórias tradicionais e percorrem o mundo invisível, revelando o universo fantástico e ficcional do interior brasileiro.

 

ASSISTIR

 

FICHA TÉCNICA

 

Linguagem: Teatro

Ano: 2020

Realização: Casulo Teatro
Concepção e Atuação: Caísa Tibúrcio
Dramaturgia: Caísa Tibúrcio
Direção Cênica: Denis Camargo
Direção Musical: Fernando César
Orientação teatro de objetos: Sandra Vargas/ Grupo Sobrevento
Cenário: Caísa Tibúrcio e Roustang Carrilho
Figurino: Roustang Carrilho
Iluminação: Ana Quintas
Operação de luz: Larissa Sousa
Fotografia: Diego Bresani
Designer Gráfica: Jana Ferreira
Assessoria de imprensa: Agência Atelier
Assistente de produção: Tiana Oliveira

Classificação indicativa: 14 anos

 

Sobre a diretora: Caísa Tibúrcio é Bacharel e Mestre em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília (2005/2017), tem cursos técnicos de canto (Escola de Música de Brasília), pandeiro, percussão, flauta (Escola de Choro Raphael Rabello). Atriz, diretora e palhaça, já assinou a direção de projetos como ‘Presépio de Hilaridades Humanas’, que realizou circulação Nacional no Brasil pelo Palco Giratório/SESC, ‘Zezinho e o anjo Marmanjo’, infantil realizado em DF e MG – Brasil. Como atriz, já trabalhou com alguns diretores reconhecidos nacionalmente, como Hugo Rodas e João Antônio; atua em “Achadouros: Teatro para bebês’ (vencedor em 2015 da categoria de melhor espetáculo infantil no Prêmio SESC – Brasília) com direção de José Regino e que já realizou apresentações em diversas regiões do Brasil em Festivais e Mostras de Teatro do Brasil (SP, RJ, MG e SC).

Atua também no espetáculo “CRIA” com direção de Ana Flávia Garcia criado em 2017 e participou de Festivais teatrais (Vencedor de 3 Prêmio SESC de Teatro Candango – Melhor dramaturgia, melhor cenário e melhor iluminação). Integrou o Grupo de Teatro Esquadrão da Vida (2008 a 2012) e a Cia Burlesca (2013 e 2014) e atua com a palhaça Ananica no espetáculo ‘Lorota de Palhaças’.

Casulo Teatro é o núcleo de trabalho em que a atriz Caísa Tibúrcio convida outros artistas para compor seus espetáculos solos. Iniciou em 2015 com o espetáculo infantil ‘Sementes’ é o primeiro solo da atriz e palhaça. Com esse espetáculo Integrou a Mostra teatral da Feira do Livro de 2016 do DF, Festibra (Festival de Teatro para a Infância), participou do Prêmio SESC de Teatro Candango de 2016, indicado a categoria de melhor espetáculo infantil. Integrou a programação do Festival Internacional Cena Contemporânea de 2017, o Festival do Palco Cerrado em 2018, a Bienal do Livro de 2016 e 2018. Realizou apresentação no SESC Centro – GO, SESC de Anápolis, e Festival de Teatro de Dourados/MS (FIT Dourados) e o Festival de Teatro Popular de Fortaleza em 2018, Festival de Cascavel em 2019. Realizou uma temporada dois meses com circulação nos parques públicos do DF (Brasil) com apoio e patrocínio do Banco de Brasília BRB, laboratório SABIN e IBRAM. Em 2019 nos meses de fevereiro e março realizou circulação em Portugal na cidade de Lisboa, Seixal, Ponte de Sôr e Elvas, na Casa do Coreto, Casa Tangente, no Bolina Festival Internacional de mulheres palhaças e no Festival de Comicidade Gargalhadas em PT.

A partir de então montou o solo “Enluarada: uma epopeia sertaneja” que estreou em 2019 e mesmo jovem já foi selecionado para participar da Mostra SESC de Artes Cênicas em 2019 e fez uma turnê em Portugal pelas cidades de Lisboa, Seixal e Elvas. Em 2020 recebeu o prêmio de Melhor espetáculo solo, melhor cenografia e melhor direção no Festival on-line Profesteatro.

Atualmente, Caísa Tibúrcio está em processo de pesquisa de doutorado e montagem de um espetáculo solo de rua, chamado “A Concertista” em que explora as possibilidades cênicas e musicais de uma bicicleta gigante que se transforma em uma marimba.

 

Contato para a imprensa: casuloteatro@gmail.com

 

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br

Leia também...