Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/08/17 às 13h53 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Edital para novos Pontos de Cultura terá oficinas

COMPARTILHAR

Plano Piloto, Planaltina, São Sebastião e Ceilândia receberão ações de divulgação

A Secretaria de Cultura vai lançar ainda este ano um edital para ampliar a rede de Pontos e Pontões de Cultura do Distrito Federal. Serão selecionados 22 projetos de Pontos de Cultura e um projeto para um Pontão. Podem participar do edital pessoas jurídicas sem fins lucrativos que desenvolvem e articulam atividades culturais em suas comunidades. Para divulgar o edital e auxiliar as inscrições dos interessados serão realizadas oficinas de divulgação em quatro Regiões Administrativas: Plano Piloto, São Sebastião, Planaltina e Ceilândia. A primeira será no Museu Nacional da República, no dia 19/8, a partir das 9h.

As oficinas vão explicar a documentação necessária para participar do edital, tirar dúvidas e orientar a respeito de temas relativos à nova Lei Cultura Viva, como a elaboração de Planos de Trabalho, por exemplo. Serão disponibilizados computadores e internet para que todo o processo seja feito em tempo real, solucionando as questões que surgirem.

Para o Secretário de Cultura, este é um passo fundamental para garantir a preservação da Política Nacional de Cultura Viva – PNCV, promulgada pelo Governo Federal em 2014 para ampliar o acesso da população aos meios de produção, circulação e fruição cultural. “Estamos elaborando a Lei Cultura Viva DF e este edital é um primeiro passo nesse sentido”, afirmou.

A subsecretária de Cidadania e Diversidade Cultural, Jaqueline Fernandes, lembra que o edital selecionará projetos de entidades que já atuam no DF, fomentando e dando continuidade às atividades já realizadas. “A proposta é valorizar e promover nossos saberes e fazeres, a fim de que os pontos multipliquem seu alcance e atendimento”, disse.

Os 22 de projetos selecionados para Ponto de Cultura receberão R$ 85 mil, e o Pontão, R$ 325.209,40. Para concorrer como Ponto é preciso que a entidade comprove sua existência e o desenvolvimento de atividades culturais no Distrito federal há, no mínimo, três anos. E como Pontão, é preciso que a entidade já esteja em funcionamento também há três anos no DF, e que não apenas desenvolva, mas também acompanhe e articule atividades culturais em parceria com outras entidades que sejam Pontos de Cultura (reconhecidos ou não). Ou seja, é importante que ela faça parte de uma rede regional, identitária e/ou temática, articulando ações entre vários Pontos.

Pontos e Pontões de Cultura

Pontos de Cultura são grupos, coletivos e entidades que desenvolvem atividades culturais em suas comunidades e em redes. Eles podem ser reconhecidos e certificados pelo Ministério da Cultura por meio dos instrumentos da Política Nacional de Cultura Viva. Os Pontos recebem e disseminam iniciativas culturais, e não têm um formato único de atividades, nem de instalações físicas.

Já o Pontão, além de realizar atividades culturais como os Pontos, também funciona como um articulador de um conjunto de outros pontos ou iniciativas culturais. Desenvolve ações de mobilização, formação, mediação e articulação de uma determinada rede de pontos de cultura e demais iniciativas culturais, seja em um território específico ou em um recorte temático/identitário.

Atualmente há cinco Pontões de Cultura conveniados diretamente com o MinC, com sede no DF, um deles gerido pela Secretaria de Cultura: o Pontão Casa do Cantador, que fica em Ceilândia, e vai oferecer à população várias oficinas formativas de arte e cultura e disponibilizar o espaço para realização de atividades comunitárias de forma descentralizada em uma das maiores Regiões Administrativas do DF.

Confira a programação das oficinas:

19/8 – Plano Piloto

Museu Nacional de República

26/8 – Planaltina

Oficina Pedagógica da Regional de Ensino de Planaltina

Setor Educacional Lotes C/D

2/9 – Ceilândia

Casa do Cantador

Quadra 32 Área Especial G – Ceilândia Sul

16/9 – São Sebastião

Casa Frida

Rua 30, Casa 121, Vila Nova

 

Mais informações: (61) 3325-6267