Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/09/17 às 18h15 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Édipo Rei leva palhaçaria a adultos do Parque

COMPARTILHAR

Espetáculo de palhaços com apoio do FAC circula pelo DF

Édipo Rei – O Rei dos Bobos, livremente inspirado no clássico grego Édipo Rei de Sófocles, é o resultado da pesquisa acadêmica do ator, diretor e palhaço Denis Camargo pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, na qual investiga em sua tese de doutorado “o espaço da palhaçaria no gênero trágico: aplicações e implicações de procedimentos cômicos no trabalho do ator palhaço”.

O projeto de circulação de espetáculo Édipo Rei – O Rei dos Bobos já marcou sua presença na cidade de Anápolis, no Parque Ipiranga, nos dias 07 e 08 de setembro. O público anapolino presenciou a reestreia desse espetáculo de palhaços para adultos que conduz a tragédia das tragédias Édipo Rei de Sófocles. Com muito humor, ironia, sarcasmo, os 21 artistas envolvidos abrilhantaram sua presença nessa pequena cidade do interior do Goiás. Em Goiânia, nos dias 09 e 10 de setembro, o espetáculo foi apresentado em frente ao Parque Mutirama. Com a presença garantida de uma plateia animada, o espetáculo se apresentou sob a uma grande lua cheia ao som de risos, gargalhadas e muita música parodiada, o elenco retorna para o DF pronto para mais uma temporada de 10 apresentações no Parque da Cidade, Estacionamento 4, no Parque Infantil Burle Marx.

Este é um espetáculo de palhaços para adultos que narra a história do rei Édipo que está preocupado com a terríveis desgraças que recaíram sobre Tebas, a cidade que governa. Como expectativa de uma solução para tantos problemas, envia seu cunhado Creonte para consultar o oráculo de Apolo. Creonte, ao retornar, informa ao rei Édipo que a maldição acabaria apenas quando o assassino de Laio, o antigo rei de Tebas, fosse encontrado e punido com a morte ou o exílio. Assim, Édipo Rei passa a dedicar-se inteira e exclusivamente à tarefa de descobrir quem teria sido o assassino do rei Laio. Ele começa por interrogar diversos cidadãos sobre o fato ocorrido, incluindo o adivinho chamado Tirésias, que diz a Édipo que fora ele mesmo que teria matado Laio.

Contudo, Édipo Rei desconfia que Tirésias tenha se aliado a Creonte para destroná-lo. Ao envolver a própria família, sua esposa Jocasta intervém, tenta acalmá-lo e, com isso, pede para que Édipo conte toda a sua história. Jocasta desconfiada, também procura dissuadir Édipo de sua busca incansável da verdade. Logo, Jocasta implora a Édipo para não vasculhar ainda mais seu passado, porém seu pedido é ignorado ferozmente. O rei questiona mais pessoas, incluindo um mensageiro de Corinto e o antigo servo de Laio que saberiam melhor sobre a história de como Édipo fora abandonado por seus verdadeiros pais e adotado pela sua família de Corinto.

Jocasta percebe que, na verdade, é a mãe de Édipo e que o rei Laio era seu verdadeiro pai. Horrorizada com o que ela acabara de descobrir, Jocasta tira a própria vida. Logo em seguida, o próprio Édipo percebe a verdade sobre a sua origem e fica tão horrorizado com seu destino trágico que decide furar os próprios olhos.

Édipo Rei – O Rei dos Bobos revisita, por meio da técnica da palhaçaria, essa tragédia que é considerada a tragédia das tragédias. Édipo Rei é uma tragédia tão complexa e que leva a tantas reflexões sobre o homem, a liberdade e o destino.

SERVIÇO

De 15 de setembro a 1º de outubro

Local: Parque Infantil Burle Marx, estacionamento nº 4

Horário: Sexta a domingo às 20h

Endereço: Estacionamento 4, Parque da Cidade – Brasília/DF

07 e 08 de outubro

Local: Taguaparque

Horário: Sábado e domingo às 20h

Endereço: Taguatinga/DF

14 e 15 de outubro

Local: Ao lado do Lago Central de Brazlândia

Horário: Sábado e domingo às 20h

Endereço: Brazlândia/DF

Ingressos: Entrada franca

Classificação: 16 anos

Duração: 70 minutos

Informações: 61 99393-5770

FICHA TÉCNICA

Espetáculo: Édipo Rei – O Rei dos Bobos

Adaptação, Concepção e Direção: Denis Camargo

Colaboração: Lidiane Araújo, Ana Luiza Bellacosta e Hugo Leonardo.

Atores palhaços: Denis Camargo (Édipo Rei), Simone Marcelo (Jocasta), Hugo Leonardo (Creonte), Lupe Leal (Tirésias), Beto Galdino (Coro), José de Campos (Mino), Luiz Alfredo Vannini (Tauro), Ana Luiza Bellacosta (Grã Sacerdotisa, Corifeu I e Coro), Deni Moreira (Mensageiro de Corinto e Coro), Stephanie Marques (Corifeu II e Coro), Mariana Neiva (Corifeu III e Coro), Pedro Jorge (Corifeu V e Coro), Lorena Matos (Coro), Luiza Martins (Coro) e Pedro Mesquita (Servo de Laio e Coro).

Músicos: André Araújo, Joana Lopes, Isabella Pina, Lucas Ferrari, Marley Medeiros, Tina Carvalho

Apoio: Ana Luiza Bellacosta e Hugo Leonardo

Adereços cênicos: Denis Camargo

Figurinista: Andréa Patzsch e Denis Camargo

Cenografia: Roustang Carrilho.

Iluminação: Moisés Vasconcelos e Lemar Resende

Programação Visual: Estúdio Carbono – Thiago Sabino

Assessoria de Imprensa: V4 Cultural – Pedro Caroca

Produção: Kamala Ramers

Assistente de Produção: Dan Kuae e Roustang Carrilho

Fomento: Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do Distrito Federal

Agradecimentos: Prefeitura e Secretaria de Cultura de Anápolis, Prefeitura de Goiânia AGETUL – Goiânia, Prefeitura de Pirenópolis, Secretaria de Cultura de Pirenópolis, Administração do Parque da Cidade – DF e Parque Mutirama Goiânia