Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/07/14 às 15h13 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Dia de arrasta pé no FIFA Fan Fest

COMPARTILHAR


Ritmo nordestino agitou os torcedores na terça-feira 

Esta terça-feira (1º) despertou o gosto pelo forró nos brasilienses e estrangeiros que foram ao Fan Fest Brasília. O clima era de classificação para Argentina e Bélgica, mas também agitou o Taguaparque com o som nordestino e o sertanejo universitário.

A banda Bob Nickson subiu ao palco no início da tarde. O vocalista, com o mesmo nome do grupo, declarou-se maravilhado com todo o evento, desde o trabalho da produção à receptividade do público. Para ele, esta é a “realização de um trabalho que caminha há 27 anos.”

A mistura de músicas autorais e nacionais fez os amigos Lidi Ribeiro, 28, balconista, e Pereira Bar, 39, dançarem. A maranhense elogiou a festa: “Ninguém pode perder a Copa e, em Brasília, ela acontece no FIFA Fan Fest”.

Dos mais novos aos mais velhos, ninguém ficou parado. Maria Eduarda Queiroz, 12, e a irmã Maria Luiza, 8, ocuparam a frente do palco acompanhando as dançarinas. Junto com as crianças, o argentino Otly Pucarelli, 50, empresário, declarou ser impossível ficar parado com a música e confessou estar apaixonado pelo ritmo e hospitalidade brasileira.

Boka de Sergipe misturou forró pé de serra, arrocha e rock nacional no último show da noite. “Vou cantar músicas de Renato Russo em homenagem ao povo de Brasília”, revela o cantor. Ex-integrante da banda Cuscuz com Leite, Boka de Sergipe tem nove álbuns e apresentações por todo o Nordeste no currículo. Seguindo carreira solo e em Brasília desde 2006, ele revela: “o cerrado me acolheu muito bem.” O artista agradou com a versatilidade no palco.

A professora Marta Regina Dias Costa, 41, esteve na Fan Fest pela segunda vez e curtiu as atrações e jogos do dia. “Vim ver como estava por aqui e pelo forró, que eu amo. O show do Boka de Sergipe foi excelente”, conta sem descompassar na dança.

A agenda do FIFA Fan Fest é uma realização do GDF, em parceria com a FIFA e a Rede Globo e prevê transmissão de jogos e shows em todos os dias de jogos do Mundial, independentemente de serem em Brasília. As apresentações serão diárias, com exceção dos dias 2, 3, 6, 7, 10 e 11 de julho, datas em que não haverá jogos em nenhuma das 12 cidades-sede.