Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/08/19 às 22h49 - Atualizado em 2/08/19 às 22h54

Curso que incentiva a formação de crianças leitoras lota Espaço Infantil da BNB

COMPARTILHAR

Minicurso que trata do tema oferece ajuda a famílias para enfrentar o vício infanto-juvenil na telinha

 

Mais de vinte pessoas se colocaram hoje (2) diante de três centenas de títulos clássicos da literatura infanto-juvenil no Espaço Infantil na Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) com uma pergunta principal na cabeça: como tirar as crianças da tela e motivá-las a ler?

 

A educadora Cristiane Salles Moreira dos Santos, especialista em literatura infanto-juvenil e servidora aposentada da rede pública do Distrito Federal, professora do “Minicurso de literatura infantil: a formação de crianças leitoras”, que vai até domingo (4), acredita que a resposta está na relação que pais e mães podem estabelecer com filhos e filhas a partir da mediação com as páginas que convocam a imaginação.

 

Cristiane lembra que o assunto é sério, como mostra avaliação realizada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), publicada há dois anos, ressaltando a importância da leitura para a criança, recomendação que passou a ser feita pelos profissionais da saúde.

Uma campanha encampada pela entidade, “Receite um Livro”, teve como base pesquisas que mostram que a leitura em voz alta para os pequenos resulta no fortalecimento do vínculo familiar e da capacidade de aprendizado, com reflexos positivos para a vida adulta. Para a ciência, é até os cinco anos que 90% das conexões do cérebro são formadas.

 

E isso não deveria ser preocupação apenas de mulheres, mães, professoras ou tias, diz Cristiane, como parece expresso na audiência do minicurso dado. “Onde estão os pais?”, questiona.

 

Fabrícia Feitosa, bibliotecária do Sesc, na 504 Sul, diz que a captura da atenção de crianças e adolescentes pelas telas é um problema que ela enfrenta no trabalho todos os dias. “Estou aqui para entender melhor que mediações podem ser feitas para formar crianças leitoras”, revela.

 

Nayara Brea e a sócia Cecília Lamounier se inscreveram para avaliar a possibilidade de associar a vivência no minicurso à educação assistida por animais, em que cães dóceis e especialmente adestrados ajudam as crianças a desenvolver interesse por livros. Para Cristiane, formar leitores é um mistério facilitado pelo afeto.

 

O minicurso abordará no sábado (3) a interpretação de imagens, a partir da colaboração com o autor premiado, ilustrador e quadrinista Jô Oliveira e, no domingo (4), Cristiane dará dicas sobre como montar uma biblioteca em casa e dinamizar espaços de leitura. Quem se interessar, ainda pode se inscrever.

 

Serviço
“Minicurso de literatura infantil: a formação de crianças leitoras”
2/8 (18:30 às 21:30), 3 e 4/8 (9:30 às 12:30)
Espaço Infantil da Biblioteca Nacional de Brasília
Inscrições: crisallles@gmail.com
Celular: (61)99954-2557