Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/20 às 14h42 - Atualizado em 11/08/20 às 15h51

Curados, pacientes se encantaram com o duo de violoncelos da OSTNCS

COMPARTILHAR

 

O final de semana foi de felicidade e alívio para 16 pacientes que estavam internados no Hospital de Campanha Mané Garrincha. Depois a internação, na luta contra a Covid-19, eles voltaram para o aconchego de casa. Especial, Antonio Marcos Roseno, de 46 anos, emocionou-se pelo calor dos aplausos que recebeu na saída, sob o som do duo de violoncelistas da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNC), instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec).

 

Antonio deixou os profissionais de saúde sensibilizados com sua cura. Ao lado da irmã Socorro, ele seguiu para casa com carrinhos de brinquedo na mão, enquanto Maria França erguia o braço e gritava, “Glória a Deus, Aleluia!”. A dona de casa, em sua fé inabalável, conta que via os profissionais de saúde como verdadeiros “anjos”, que cuidaram dela minuto a minuto.

 

Antonio se emociona com brinquedos / Fotos: Marina Gadelha

 

Maria agradece pela cura / Foto: Marina Gadelha

 

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, e o secretário-executivo, Carlos Alberto Jr., acompanharam o concerto e se emocionaram com a alta dos 16 pacientes. “Este é um momento de comoção na vida das pessoas que conseguiram sobreviver ao vírus e voltar para as suas famílias. E nada como um presente musical para trazer a alegria de volta aos seus rostos. A música tem um vínculo com a vida, fala por si”.

 

Foto: Marina Gadelha

 

CONCERTOS DE SAÚDE

 

Formado pelos músicos Ocelo Mendonça e Gidesmir Alves, o duo de violoncelos interpretou temas do cancioneiro popular, como “Aconchego”, de Dominguinhos, e “La Belle de Jour”, de Alceu Valença. Os musicistas integram o projeto “Concertos da Saúde”, fruto da parceria das secretarias de Cultura e Saúde, que há anos leva música para as unidades da rede pública. “A gente está sem respirar de tanta emoção. Meus olhos marejaram em diversos momentos, até porque tive um caso de Covid-19 na família; felizmente, como estes, foi curado”, revela Gildesmir.

 

O maestro da OSTNC, Claudio Cohen, vibrou com apresentação do duo de violoncelos. “Eles são craques, tem um vasto repertório que vai do erudito ao popular, com muita animação. Essa ação foi pontual, mas, certamente, vamos retomar o projeto Concertos da Saúde, assim que a pandemia se afastar de nossas vidas”.

 

Em 60 dias de atividade, o Hospital de Campanha Mané Garrincha deu alta a 803 pacientes que lutaram contra a Covid-19. Com 197 leitos, a maioria de retaguarda, a média de permanência dos pacientes que chegam para a fase final de recuperação tem sido de seis dias.

 

Leia também...