Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/05/18 às 11h24 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Cultura lança edital de participação em mercados culturais

COMPARTILHAR

 

Conexão Cultura DF investe R$ 1,3 milhão para estimular a presença de artistas e produtores em eventos estratégicos

 

 

Se você é um agente de cultura do Distrito Federal e atua nas áreas de música, audiovisual, dança, moda, artes visuais, teatro ou circo, não pode perder esta oportunidade. Estão abertas as inscrições do Edital nº 02/2018 Conexão Cultura DF #Negócios. Ao todo, a Secretaria de Cultura vai disponibilizar mais de R$ 1,3 milhão em bolsas para incentivar a presença de artistas e produtores da capital federal nos mais importantes festivais, feiras e rodadas de negócio que vão acontecer entre julho de 2018 e junho de 2019 no Brasil e vários outros países. Os recursos são do Fundo de Apoio à Cultura (FAC).

 

Acesse aqui o Edital nº 02/2018 do Conexão Cultura DF #Negócios completo, além formulários e modelos de declarações.

 

O novo edital #Negócios 2018, publicado nesta quarta-feira (16) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF),  foi apresentado à comunidade artística em um Café Conexão realizado no Foyer da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional. Durante o lançamento, o secretário de Cultura, Guilherme Reis, ressaltou a importância do Conexão Cultura DF para expansão do mercado de trabalho criativo de Brasília. “Esse programa significa muito para os artistas e produtores culturais. Não temos dúvidas do quanto essa convivência com artistas de outras cidades e países, nas feiras e festivais, impacta na criação artístico-cultural, ao fortalecer identidades e gerar oportunidades, abrindo portas e novos horizontes”, afirmou.

 

Uma das grandes novidades deste ano é que o edital #Negócios está contemplando mais linguagens. Além de audiovisual e música, há oportunidades para agentes culturais que trabalham com moda, dança, artes visuais, teatro e circo. “A abrangência deste edital está bem maior que o do ano passado. Os agentes culturais do DF poderão viajar para participar de 19 eventos estratégicos em 11 países”, explicou a subsecretária de Políticas de Desenvolvimento e Promoção Cultural, Mariana Soares.

 

As inscrições serão realizadas em duas fases, por meio do sistema eletrônico disponível em https://editais.cultura.df.gov.br/. A primeira, de 16 a 30 de maio, contempla os eventos de 2018. A segunda etapa, para a agenda de 2019, está prevista para o período de 1 a 16 de agosto. Ao todo, serão oferecidas 131 vagas para participantes (delegados) e cinco apresentações artísticas (showcases).

 

Após a cerimônia de lançamento, os cerca de 120 artistas e produtores culturais presentes ao Café Conexão puderam conhecer os detalhes e tirar dúvidas sobre o edital com a coordenadora do programa Daniela Diniz. Para Januário Júnior, coordenador do Festival de Cinema do Paranoá, o Conexão Cultura DF é um exemplo de política pública que traz resultados efetivos no desenvolvimento do setor cultural. “O incentivo ao intercâmbio cultural do DF no Brasil e até internacionalmente é um avanço. A gente consegue enxergar a importância dessa ação pela quantidade de pessoas aqui presentes interessadas em conhecer mais sobre essa modalidade”, avaliou.

 

A atriz Camila Guerra, fundadora da Agrupação Teatral Amacaca (ATA), fez questão de vir para conhecer melhor o edital  #Negócios do Conexão Cultura que, para ela, desempenha um papel estratégico de abrir caminhos. “Brasília produz muita coisa boa. Mas, muitas vezes, os produtores culturais não sabem por onde ir para fazer a nossa arte circular por outras praças nacionais e internacionais. Então, facilitar essas pontes é, sem dúvida, uma política cultural de estado estratégica”, resume.

 

O produtor cultural Mário Bisneto acredita que, a longo prazo, especialmente na área da música, os editais de intercâmbio do Conexão Cultura serão ainda mais importantes que os editais de criação. “O nosso grande gargalo está na difusão, distribuição e circulação. Com o avanço da Lei Orgânica da Cultura (LOC), tivemos uma série de melhoramentos nos editais, com possibilidades maiores de participação. Esperamos que cada vez mais artistas do DF tenham condições de sair para vender seus produtos culturais e participar desse networking tão essencial pelo Brasil e em outros países”, comemorou.

 

 

Mais incentivos para fortalecer a presença do DF em eventos culturais nacionais e internacionais

 

Lançado em 2016, o Programa Conexão Cultura DF tem como objetivo investir na promoção, difusão e intercâmbio, nacional e internacional, das produções culturais realizadas por artistas locais. Entre 2016 e 2017, o programa custeou 136 projetos: 75 na linha de participação em eventos; 28 de pesquisa e residência; 13 de circulação nacional, internacional e mista; e dez premiações de reconhecimento e inovação. Ao todo foram investidos R$ 3,1 milhões por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC).

 

Para 2018, o orçamento do programa foi ampliado para R$ 3,5 milhões. Até março de 2018, já foram apoiados 23 projetos, totalizando R$ 403,8 mil. Para ter acesso ao apoio financeiro, por meio do programa Conexão Cultura, os produtores e artistas podem apresentar demandas espontâneas ou se inscrever nos editais de chamamento público para presença em eventos estratégicos definidos pela Secretaria de Cultura. Os pedidos devem ser feitos com antecedência mínima de 45 dias do mês em que a atividade ocorrerá.

 

O subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural, Thiago Rocha, lembrou que o FAC desde 2015 vem passando por um processo gradual de expansão e democratização dos editais. Entre os marcos, ele destacou a criação da modalidade FAC Regionalizado, para estimular produtores e apresentações artísticas realizadas fora do Plano Piloto, e o recorde de execução em 2017, atingido patamar inédito de R$ 44 milhões efetivamente repassados para projetos culturais. “Diante do processo crescente de criminalização da cultura, é corajoso o entendimento deste governo de que destinar recursos públicos para a cultura não é gasto, mas investimento que movimenta economia, promove a educação, gera emprego e renda”, afirmou.

 

 

Conexão Cultura: regras mais simples e novas linhas de apoio 

 

Em abril deste ano, o programa teve a sua regulamentação atualizada, incorporando os avanços da Lei Orgânica da Cultura (LOC) e do Decreto nº 38.933/2018, que trata do regime jurídico de fomento à cultura. O Conexão Cultura DF passou a contar com sete linhas de apoio. Além de Participação em Eventos Nacionais e Internacionais, Circulação Nacional, Internacional ou Mista e Intercâmbios e Residências, foram incluídas as linhas Educação Patrimonial, Formação Artística, Técnica e Empreendedora, Formação em Política e Gestão Cultural e Promoção de Plataformas.

 

 

Fique ligado: vem aí as Oficinas do Edital Conexão Cultura #Negócios 2018

 

Nos dias 22 e 26 de maio, a Secretaria de Cultura vai promover duas oficinas práticas exclusivamente para tirar dúvidas sobre o Edital Conexão Cultura DF #Negócios 2018 que detalha o processo de inscrição, documentos necessários e o número de vagas disponíveis. As atividades serão realizadas na Sala Pompeu de Sousa, Secretaria de Cultura, às 15h. Não é necessária inscrição prévia.