Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/01/17 às 13h08 - Atualizado em 13/11/18 às 14h50

Cultura abre chamamento para contratar artistas para o Carnaval

COMPARTILHAR

Edital, que fica aberto até o dia 6 de fevereiro, selecionará 12 grupos

O Carnaval de Brasília promete muitas novidades para 2017. Além dos blocos que vão animar as ruas do DF, a folia contará neste ano com o reforço de 12 grupos ou artistas da cidade, que vão se apresentar durante os dias do Carnaval, entre 24 e 28 de fevereiro. Para escolher as atrações, a Secretaria de Cultura soltou nesta sexta (27) um chamamento público para contratação artística de músicos das vertentes de cultura popular, axé, maracatu, samba, samba de roda, frevo, marchinha carnavalesca, percussão, afro-reggae e pagode.

Os locais, datas e horários que cada grupo vai se apresentar serão definidos após a seleção, conforme descrito no edital. “Uma coisa é certa: vamos poder dar ainda mais brilho para o Carnaval de Brasília”, pontua o secretário de Cultura, Guilherme Reis. Segundo ele, este processo de contratação via chamamento público integra a política da Secretaria de Cultura para ampliação e democratização do acesso da comunidade cultural aos mecanismos de apoio e incentivo do Estado.

A Secretaria de Cultura investe R$ 96 mil (R$ 8 mil por grupo) para a contratação dos artistas, que realizarão shows de 60 a 120 minutos. As inscrições podem ser feitas de hora até o dia 6 de fevereiro, por artistas habilitado ou em processo de habilitação pelo Siscult, no Protocolo-Geral da Secretaria de Cultura.

Regulamentação do Carnaval

Desde o ano passado, a Secretaria de Cultura trabalha em uma nova política para o Carnaval de Brasília, que entenda a folia em sua dimensão cultural, fortalecendo seu caráter público, gratuito e democrático. Para isso, foram realizadas uma série de conversas com blocos, agremiações de samba, vizinhanças, além de audiências públicas e uma consulta pública on-line para a construção da minuta do decreto que regulamenta o Carnaval.

Esta política prevê uma melhor ordenação da ocupação do espaço público, que leve em consideração a espontaneidade das manifestações; a desburocratização e estímulo à multiplicação das manifestações carnavalescas; a proteção da paisagem urbana e do patrimônio histórico e cultural de Brasília; além do estímulo à sustentabilidade e integração entre apoio público e iniciativa privada.

Embora o decreto ainda não tenha sido finalizado, a Secretaria de Cultura já conseguiu avançar no processo de organização do Carnaval. O primeiro passo foi realizar o cadastro antecipado dos blocos de rua, para obtenção simplificada da licença para os desfiles e para facilitar a logística da montagem de estruturas. Também foi publicada portaria conjunta com a Secretaria das Cidades, para regulamentar a publicidade durante o período do Carnaval.

Os próximos passos e demais novidades para o Carnaval de Brasília 2017 serão divulgados na próxima semana. Aguardem.

Baixe o edital aqui

Formulário de inscrição e roteiro de elaboração da proposta