Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/08/13 às 13h21 - Atualizado em 13/11/18 às 14h39

Convite: Exposição Narrativas Poéticas

COMPARTILHAR

A mostra Narrativas Poéticas – Coleção Santander Brasil, que já passou por Porto Alegre, chega a Brasília a partir do dia 13 de agosto. Nela, o público poderá ver pinturas de expoentes do Modernismo, como Candido Portinari, Emiliano Di Cavalcanti, Alfredo Volpi e Tomie Ohtake, e trabalhos recentes de artistas como Tuca Reinés, Fernanda Rappa e Renata de Bonis acompanhados de trechos de poemas de Manuel Bandeira, Murilo Mendes, João Cabral de Melo Neto, Carlos Drummond de Andrade e Vinicius de Moraes, entre outros.

A coleção é formada por obras do acervo dos bancos que foram comprados pelo Santander no Brasil e também por aquisições que o grupo vem fazendo nos anos mais recentes. O conjunto possui expressivo núcleo de arte moderna brasileira e também obras de construtivistas e artistas estrangeiros com passagem ou carreira no País, entre os quais os japoneses Tikashi Fukushima, Wakabayashi, Kaminagai e Flávio Shirô, os italianos Volpi e Fúlvio Pennacchi, o suíço John Graz, a húngara Yolanda Mohalyi e a polonesa Fayga Ostrower.

Foi em meio a essas obras que a equipe de curadores selecionou as 83 peças, de 49 artistas. “O eixo (da mostra) é produzir um diálogo entre as artes plásticas e a poesia, um encontro que potencializa o que é mais importante no contexto da arte, que é produzir emoção”, resume a curadora-geral Helena Severo. É possível ver a obra, ler a poesia e voltar a elas a qualquer tempo para novas interpretações.

Outro curador, Antonio Cícero, que trabalhou na seleção de poemas, diz que a equipe fez associações dos versos na tentativa de expor ou provocar reflexões sem buscar a descrição do que se verá nas pinturas. A proposta é chamar o visitante a “conviver” ainda mais com a obra. A equipe de curadores acredita que, ao ver o fragmento de poema ao lado do quadro, o visitante se detém para lê-lo e assim acaba voltando a contemplar a pintura, para comparar, refazer ou reafirmar sua interpretação. (Com informações da Agência Estado)

Serviço

Exposição Narrativas Poéticas

Museu Nacional da República

14/08 a 29/09/2013

Terça a domingo

Das 9h às 18h30

Entrada Franca