Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/14 às 13h06 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Começou nesta quinta o 14º Encontro de Violeiros de Brazlândia

COMPARTILHAR


Projeto faz parte das comemorações dos 81 anos da cidade


 

O primeiro dia do 14º Encontro de Violeiros de Brazlândia foi marcado por música de qualidade com artistas nacionais e locais. Renato Teixeira foi a principal atração da noite desta quinta-feira (26), na abertura oficial do evento. Até domingo (29), o público poderá conferir 30 apresentações de duplas, violeiros e grupos de dança e de catira. A ideia é mostrar o que há de atual no movimento da viola brasileira. Os shows são gratuitos.

Os violeiros Jacarandá e Braúna subiram ao palco às 20h e iniciaram os trabalhos. O Encontro faz parte do calendário oficial de eventos do DF. O administrador de Brazlândia, Bolivar Rocha, explica que o evento é importante para os moradores. “O Encontro dos Violeiros é muito tradicional aqui e tem tudo a ver com a cidade, que é interiorana e tem uma cultura caipira forte”, destaca.

Ilma Maria Costa, 56, adora música caipira. A dona de casa conta que as canções trazem recordações dos tempos de infância. “Essas letras contagiam. Quando escuto, lembro dos meus avós e dos meus pais e fico até emocionada”.

“Queremos valorizar essa cultura e permitir um debate com questões sobre a tradição da música e da viola caipira no Brasil”, conta o coordenador, Volmir Batista. Por conta disso, ele explica que sábado acontecerá o seminário “Panorama da música e viola caipira no Brasil contemporâneo”, que dará continuidade aos debates iniciados no encontro de 2013.

Tiago Henrique Gomes, 12, é cantor-mirim e já se apresenta profissionalmente. “Há 3 anos toco viola e quero seguir carreira por que meus pais me apoiam. Gosto de participar do Encontro de Violeiros por que tem música boa”.

Entre os artistas que estarão presentes na festa, estão as duplas Zé Mulato e Cassiano, Galvan e Galvãozinho, Marcos Mesquita e o violeiro Mozar Feliciano. Há também atrações permanentes como a Exposições de Instrumentos Musicais e Capas de Discos.

Ao redor do espaço, várias barraquinhas disponibilizavam comidas típicas. Em uma delas estava o grupo dos Vicentinos, que fazem projetos sociais ligados a paróquias católicas, e aproveitaram o evento para vender caldos. “É o primeiro ano que a gente participa e é gratificante saber que podemos aliviar a fome de alguém com o que for arrecadado. Ajudamos mais de 80 famílias”.

Serviço

Sexta-feira (27/06)
Palco
19h – Apresentações dos violeiros: Catira Unidos na Fé, Volmi Batista, Galvan e Galvãozinho, Aparício Ribeiro, Dayane Reis, Belmonte e Amarai

Sábado (28/06)
Auditório da Administração Regional de Brazlândia
09h – Seminário “Panorama da música e viola caipira no Brasil contemporâneo”
12h às 14h – Almoço
14h – Seminário “Panorama da música e viola caipira no Brasil contemporâneo” (continuação)
Palco
19h – Apresentações dos violeiros: Bruttus Da Catira, Ênio Lima e Gustavo Neto, Paulo Cruz e Zé Eduardo, Wilson Dias, Sistema Brutas da Catira, Zé Mulato e Cassiano, Mozar Feliciano

Domingo (29/06)
09h às 12h – Oficinas e troca de saberes
10h – Roda de prosa
12h às 14h – Almoço comunitário Boi No Rolete
12h – Apresentações de violeiros: Folia de Reis de Brazlândia, Dança de Roda
Batima Rocha, Dyego e Gustavo, Vanderley e Valtecy, Marcos Mesquita, Luiz Faria e Silva Neto, Idelbrando, Karen e Pamella Viola
18h30 – Show de encerramento com André e Andrade