Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/10/16 às 20h56 - Atualizado em 13/11/18 às 14h50

Começam as obras no Espaço Cultural Renato Russo

COMPARTILHAR

Obras começam e centro cultural será revitalizado até junho de 2017

Um dos centros de maior efervescência para formação e realização cultural em Brasília, o Espaço Cultural Renato Russo está sendo finalmente revitalizado. As obras foram iniciadas no início de outubro e estão previstas para terminar até junho de 2017.

A reforma atenderá as necessidades de acessibilidade, tratamento térmico e acústico no teto, climatização, recuperação total dos sistemas de eletricidade e hidráulica. Os espaços, salas e galerias, como o histórico Teatro Galpão, serão totalmente equipados com sistemas de luz, som e projeção. Além disso, está prevista a criação de um memorial a Renato Russo, o poeta do rock nacional que dá nome ao espaço desde 1993.
O local, portanto voltará a ser composto pelo Teatro Galpão, a Sala Multiuso, a Sala Marco Antônio Guimarães, o Galpão das Artes (destinado a oficinas de artes visuais), a Biblioteca de Artes Ethel Dornas, as galerias Parangolé e Rubem Valentim, a Gibiteca, a Musiteca, o Teatro de Bolso, mezaninos para exposições, além de abrigar a Rádio Cultura e escritórios de administração.

Originalmente, o projeto previa uma estrutura totalmente nova, mas por um preço muito alto para a atual realidade do DF, no valor de quase R$ 40 milhões. Com apoio da Novacap, foi produzido um novo estudo para a recuperação total do centro tal como ele era originalmente, diminuindo os custos para R$ 5,6 milhões, investidos pela Terracap.

O Espaço Cultural Renato Russo está fechado desde dezembro de 2013, por determinação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios e Corpo de Bombeiros Militar do DF. No último mês de funcionamento, o local ainda contou com 25 atividades (entre espetáculos, oficinas reuniões, exposições e ensaios) reunindo um público de 1,4 mil pessoas.

A iniciativa de reformar o local integra uma série de ações para recuperação dos equipamentos culturais da cidade, que começou com a retomada das obras do Centro de Dança do DF, iniciada em dezembro de 2015 e que será finalizada até o mês de março de 2017. Até meados de novembro, será realizada a licitação para a reforma do Museu de Arte de Brasília (MAB) e o chamamento público para a instalação de um café no Cine Brasília. Também já foi iniciada a recuperação dos elevadores da Biblioteca Nacional de Brasília e do Museu Nacional, e até o final do ano será a vez dos sistemas de ar-condicionado dos dois equipamentos.

No primeiro semestre de 2017, está previsto o início do processo de captação de recursos e de licitação para a recuperação do Teatro Nacional Claudio Santoro, após estudos de readequação dos custos e divisão da obra em etapas.

Histórico
A história do Espaço tem início com a ocupação dos galpões por artistas. A primeira galeria de arte foi inaugurada em 1973, com exposição do arquiteto japonês, de renome internacional, Kenzo Tange. As galerias B e C foram abertas em seguida, e alguns atores começaram a ensaiar nessas dependências.
O Teatro Galpão foi inaugurado em 1975, quando o diplomata Wladimir Murtinho tornou-se secretário de Educação e Cultura do DF e não demorou para se tornar referência nacional de teatro de arena, abrigando algumas das mais icônicas produções do DF, como a montagem de Os Saltimbancos, em 1977. Neste mesmo ano, já com a criação do Galpãozinho, foi criado o Centro de Criatividade, que passava a compor, com os teatros e as galerias, um centro cultural com programação ininterrupta.
Em 1986, a comunidade se organizou para revitalizar o local e, após diversas negociações, o arquiteto Antônio Eustáquio Santos propôs a fusão dos galpões e a abertura das paredes, possibilitando uma passagem da W2 para a W3. Em 10 de setembro de 1993, o Espaço Cultural 508 Sul foi reinaugurado no formato atual. Somente a partir do ano de 2000 o espaço recebeu o nome de Renato Russo, em homenagem ao músico que foi um dos diversos artistas brasilienses que iniciou sua carreira também neste Espaço.