Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/02/14 às 18h07 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Começa oficialmente a folia na capital

COMPARTILHAR

Rei Momo recebeu simbolicamente as chaves da cidade


A Corte do Rei Momo tomará conta de Brasília a partir desta quarta-feira (26), data que marca o lançamento oficial do carnaval de Brasília. O monarca recebeu as chaves da cidade das mãos do governador em exercício, Tadeu Filippelli, ao som do batuque da Acadêmicos da Asa Norte. Foram investidos um total de R$ 13,1 milhões nas escolas de samba, blocos de rua tradicionais, estruturas e contratações artísticas.
 
Durante o evento, a Secretaria da Criança fez o pré-lançamento da campanha de carnaval para o Enfrentamento à Violência contra a Criança e o Adolescente, que será aberta oficialmente nesta quinta-feira (27), na Rodoviária do Plano Piloto. “Neste período é onde tem maior incidência da violação dos seus direitos. Estaremos atentos e contamos com a população para denunciar qualquer abuso no Disque 100”, destacou a secretária, Rejane Pitanga.
 
Filippelli declarou sua alegria em representar o governador nesse momento. “Este é o quarto carnaval realizado durante esta gestã,o e a cada ano vimos um grande aprimoramento e vamos continuar melhorando. Antigamente as pessoas tinham vergonha de mostrar o carnaval de Brasília, mas hoje temos alegria. É muito gratificante entregar a chave a um Rei Momo que mantém seu reinado há 15 anos”, afirmou Filippelli.
 
A relação de respeito do governo com a organização dessa grande festa foi destacado pelo secretário de Cultura, Hamilton Pereira da Silva, como fundamental para um resultado de sucesso. “É uma satisfação muito grande podermos cumprir com a nossa obrigação com alegria. Desejo que durante esses quatro dias façamos dessa festa popular aquilo que há de mais belo, sobretudo com muita paz”.
 
O presidente da Liga das Escolas de Samba de Brasília (Liesb), Geomar Leite, ressaltou a importância da parceria com o governo e aproveitou a oportunidade para reivindicar mais divulgação. “Vivemos o carnaval dia a dia e precisamos que todos se mobilizem para abrilhantar ainda mais a festa. Tenho certeza que com o empenho de todos estaremos entre os dois melhores do Brasil em breve”.
 
Carnaval

Foram investidos R$ 5,9 milhões nas escolas de samba, R$ 1,6 milhão nos blocos de rua tradicionais, R$ 5 milhões nas estruturas e R$ 650 mil em contratações artísticas, um total de R$ 13,1 milhões. De acordo com a Secretaria de Cultura, este ano a festa conta com parceria da iniciativa privada, que fornecerá infraestrutura e treinamento para os ambulantes selecionados pelo governo.
 
Pelo segundo ano consecutivo a folia será realizada na Passarela da Alegria, no Ginásio Nilson Nelson, por reinvindicação das próprias escolas de samba. A festa será realizada de 1º a 4 de março, das 20h às 4h do dia seguinte, com apuração marcada para o dia 5 de março. São 300 metros de passarela, camarotes, arquibancadas, sala de jurados e produção; o local tem capacidade para receber até 20 mil visitantes por dia.
 
Desfilarão seis escolas de samba do grupo especial, 10 do grupo de acesso e cinco blocos de enredo, sendo que dois deles não entram na competição. Ao todo, as 21 escolas reúnem cerca de 10 mil componentes. O tema deste ano será “Carnaval na Copa”. A fiscalização será feita por funcionários da Secretaria de Cultura na entrada e saída da avenida; eles farão a contagem e o registro das escolas nos quesitos carros, integrantes, alegorias e fantasias.