Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/20 às 10h56 - Atualizado em 21/05/20 às 15h25

Clube de leitura da biblioteca do Espaço Cultural Renato Russo tem disputa acirrada de clássicos

COMPARTILHAR

Pelo Instagram, Camus e Kafka são os favoritos do público; votação da obra termina hoje

 

Às 17 horas desta quarta-feira (20) começa a apuração de uma corrida literária. Dois de seis livros sugeridos para o início das atividades do Clube de Leitura da Biblioteca de Arte de Brasília Ethel de Oliveira Dornas, localizada no Espaço Cultural Renato Russo (ECRR), gerido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), disputam a preferência dos internautas.

 

“Já passamos muito dos 60 votos”, comemora o servidor Renato Santos, curador e mediador da iniciativa junto com outros três colegas. A votação até o fim do dia acontece no perfil do Instagram do ECRR. Enquanto a biblioteca permanece fechada, obedecendo ao decreto que determina o isolamento social, a discussão do livro acontecerá virtualmente, mas a ideia é que os debates sejam feitos presencialmente.

 

“A Peste”, de Albert Camus e “O Castelo”, escrita por Franz Kafka, disputam a preferência dos seguidores do perfil social do ECRR. A lista completa conta com mais quatro títulos, elencados na postagem que deu início à iniciativa. Os textos fazem parte de uma seleção de obras para ler durante a pandemia feita pelo escritor Luiz Ruffato (“Eles Eram Muitos Cavalos”, “De Mim Já Nem se Lembra” entre outros).

 

Renato Santos explica que todos os livros na lista podem ser baixados em versão PDF, gratuitamente, por já estarem em domínio público. Proclamado o título vencedor, a equipe vai disponibilizar o link para download. A discussão virtual será pela plataforma Cisco Webex (https://www.webex.com.br/), e não há necessidade de fazer o download do programa.

 

O servidor explica que o acervo da Biblioteca de Artes Ethel de Oliveira Dornas, que hoje está no ECRR, é parte da coleção da pioneira Biblioteca Visconde de Porto Seguro, inaugurada em 1958, ainda como biblioteca pública no canteiro de obras da então futura capital da República, e depois vinculada à antiga Fundação Cultural, hoje Secec.

 

Com 3.500 títulos, a maior parte de artes plásticas, mas também incluindo artes cênicas, a Ethel de Oliveira dispõe de gibiteca inaugurada em 1993, com atualmente 30 mil títulos, engrossados por doações da comunidade. “Trata-se de um dos maiores acervos do país no gênero”, explica Santos.

 

Resultado da votação (texto atualizado)

O perfil do Instagram registrou ontem 75 manifestações até as 17h, horário estipulado para que internautas fizessem suas escolhas. O livro mais votado foi “O Último Homem”, de Mary Shelley. No entanto, os organizadores identificaram que duas grandes plataformas que disponibilizavam os volumes gratuitamente encerraram essa distribuição.

 

Diante disso foi adotado o segundo livro mais votado, “A Peste”, de Albert Camus. O romance descreve a mudança na vida de habitantes de Orã, na Argélia, no momento em que a cidade é atingida por uma terrível peste transmitida por ratos.

 

Narrado por um médico envolvido nos esforços para conter a doença, o livro relata as mais variadas reações diante da catástrofe – solidariedade e oportunismo, solidão e burocracia, egoísmo e compaixão, afetos que se repetem no mundo de hoje durante a pandemia de coronavírus.

 

O link para o download gratuito do livro está na disponível na bio e também nos stories do perfil do Instagram do Espaço Cultural Renato Russo.

 

Iniciativas virtuais

Além do Clube de Leitura, o ECRR tem movimentado as redes sociais com outras iniciativas. No último dia 25 de abril, houve uma “live” para o lançamento do livro “Biblioteconomia em Brasília: 60 anos de história”, em comemoração aos 60 anos da capital. O evento foi uma parceria da Secec com o Conselho Regional de Biblioteconomia.

 

“Chegamos a ter 310 acessos no total”, comemora o servidor, que mediou a conversa do público com os autores do livro. Ele registra que a ação trouxe novos seguidores para o perfil do Renato Russo, hoje com 15,4 mil pessoas.

 

Serviço
Clube de Leitura da Biblioteca de Arte de Brasília Ethel de Oliveira Dornas
Livro: a ser publicado no Instagram para download
3 de junho, 20h
https://www.instagram.com/espacoculturalrenatorusso

#difusãocultural