Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/15 às 19h14 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Circuito de Feiras do Livro do DF

COMPARTILHAR

Artistas podem se inscrever até o dia 15 de janeiro

Escritores, contadores de histórias, ilustradores, poetas, grupos musicais, educadores e performers têm até o dia 15 de janeiro para se inscrever para participação no Circuito de Feiras do Livro do Distrito Federal, que será realizado entre março e abril de 2016, em nove regiões administrativas do Distrito Federal. A prorrogação do prazo deve ser publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) até o início da próxima semana.

Também acaba de ser publicado no DODF o aviso de licitação para contratação de empresa especializada em planejamento, execução e produção de eventos para atender a Secretaria de Cultura do Distrito Federal na realização do evento, mediante locação de estruturas, equipamentos, veículos, recursos humanos, serviços gráficos, aquisição de passagens aéreas e diárias de hospedagem.

Confira o edital

Baixe aqui a ficha de inscrição

O objetivo é promover e reforçar o hábito de leitura, especialmente entre os alunos das escolas públicas, aproximando a cultura do livro e da leitura das artes performáticas, como o teatro, a música e a arte urbana (grafite, hip hop, break). Os escritores e os outros artistas farão apresentações e conversarão com o público sobre a arte literária ao longo do evento.

“Como se trata de um circuito de livros, buscamos performances vinculadas à literatura. A gente reconhece a natureza do vínculo dessas expressões com a literatura. Queremos criar um ciclo virtuoso em que possamos conectar leitores, livros e autores”, explica João Bosco Bezerra Bonfim, curador do Circuito de Feiras do Livro e integrante do Colegiado Setorial do Livro e da Leitura do DF.

Por esse motivo é que o circuito passará por nove cidades do DF: Ceilândia, Taguatinga, Guará, Núcleo Bandeirante, Gama, Brazlândia, Paranoá, Varjão e Planaltina. “O evento foi criado dentro de um formato que contempla as vocações regionais de cada um desses lugares, com foco especial nas ações de formação, trabalhando o imaginário e a dimensão do prazer de ler e escrever. Além disso, é um circuito estruturado para fomentar os arranjos produtivos da área do livro, da literatura e da leitura”, avalia a secretária-adjunta da Cultura, Nanan Catalão.

Como parte do circuito, será criado um vínculo das feiras com estudantes da Rede Pública de Ensino do DF, permitindo que eles participem da programação e possam conhecer os escritores e manter um canal de diálogo com eles.

Confira o edital de chamamento público