Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/09/13 às 14h52 - Atualizado em 13/11/18 às 14h39

Cine Brasília reabre suas portas

COMPARTILHAR

O Programa de Recuperação e Valorização do Patrimônio Cultural do Governo Agnelo Queiroz cumpre uma nova etapa: devolve aos cidadãos e cidadãs do Distrito Federal um espaço cultural que se constitui numa referência arquitetônica e afetiva para todos nós: o Cine Brasília.

Essa conquista do governo e da sociedade se insere no esforço que já recuperou, reabriu e pôs a serviço da sociedade o Catetinho, o Panteão da Pátria, o Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo.

As Igrejas de São Sebastião, em Planaltina e São José Operário, na Candangolândia estão recuperadas e prontas para serem entregues à visitação pública.

Hoje, estamos reabrindo o Cine Brasília, cuja relevância como espaço de cultura da cidade é inquestionável, estão em processo de licitação ou já se encontram em obras, a Galeria Athos Bulcão, a Concha Acústica, a Casa do Cantador, na Ceilândia, o Museu de Planaltina, o Espaço Lúcio Costa, o Centro de Dança e o Museu de Arte de Brasília – MAB.

Os significados desse esforço nos exigem em primeiro lugar um breve olhar para a última década de governos do Distrito Federal.

O Governador Agnelo Queiroz assumiu a Capital da República num estado de colapso. Colapso administrativo, financeiro, colapso nos serviços públicos, colapso institucional, colapso na credibilidade das instituições do executivo, do legislativo e dos órgãos de controle.

E, por fim, colapso físico em importantes ícones do patrimônio cultural edificado da Capital da República.

Projetar para o futuro a ação política deste governo, com o objetivo de recuperar e valorizar o Patrimônio Cultural significa contribuir para reafirmar o perfil da Capital da República como referência urbanística e arquitetônica para o mundo contemporâneo.

Um marco cultural indispensável para definir o perfil do Brasil diante das nações do mundo. E destino turístico relevante para os que buscam conhecer nosso país, sua aventura seus desafios e a capacidade de realização do nosso povo.

Devolver o Cine Brasília, restaurado e modernizado para a Capital da República e para aqueles que nos visitam, significa também um investimento deste governo na cadeia produtiva do audiovisual no Distrito Federal.

No início de agosto último o Governador Agnelo Queiroz devolveu às suas atividades o Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, em Sobradinho, recuperando as instalações para oferecer condições para a locação de filmagens e formação de novos profissionais e inserir Brasília de forma relevante na área da produção audiovisual do país.

Teremos assim a partir de agora o polo de produção e o polo privilegiado de exibição por meio do mais antigo Festival de Cinema Brasileiro do País.

O projeto é constituirmos no Distrito Federal uma vigorosa cadeia produtiva do audiovisual abrindo possibilidade de emprego e renda e circulação de riqueza.

O Cine Brasília, receberá neste momento de abertura a 2ª FESTFAC que oferece para a cidade o produto do talento dos artistas de Brasília apoiados pelas políticas de Fomento da Secretaria de Cultura do Governo Agnelo Queiroz.

Reabrimos a Casa reformada e modernizada e oferecemos o conteúdo da produção cultural fomentada pelo Fundo de Apoio à Cultura – FAC.

Brasília reafirma sua vocação para uma economia identificada fortemente com as culturas do Brasil que nos chegam das diferentes regiões e em diálogo permanente com as demais culturas do mundo que nos chegam.

Hamilton Pereira
Secretário de Cultura do Distrito Federal