Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/03/17 às 14h13 - Atualizado em 13/11/18 às 14h50

Cine Brasília: programação para março de 2017

COMPARTILHAR

De 2 a 8 de março (exceto dia 07)

P R O G R A M A Ç Ã O
Dias 2, 3 e 8 (quinta, sexta e quarta)

14h30 – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.

Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris em 1937, fugindo da perseguição política do Estado Novo. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons da infância, mesclando essas raízes com a convivência com nomes Picasso, Léger e Miró. Dessa troca de influências, nasceu um pintor de repercussão internacional.
Trailer: www.youtube.com/watch?v=PorQ32DSxes

16h – Bwakaw (Filipinas, 2013, comedia dramática, 110 minutos, classificação 14 anos), direção: Jun lana.

Sinopse: René é um velho mal humorado que vive sozinho, tendo companhia um cachorro chamado Bwakaw. Gay que assumiu a homossexualidade há pouco, ele decide refazer o testamento para deixar bens para os poucos amigos. Um dia Bwakaw adoece e Rene conhece Sol, homem que faz René acreditar que ainda tem muita vida pela frente.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=UJaULuCGetw

18h30 – Eu Não Sou Seu Negro (I am Not Your Negro, EUA/França/Bélgica/Suíça, 2016, documentário, 95 min, classificação 12 anos), direção: Raoul Peck.

Sinopse: Narrado por Samuel L. Jackson, documentário constrói reflexão sobre como é ser negro nos Estados Unidos. Em 1979, James Baldwin iniciou seu último livro, “Remember This House”, relatando vidas e assassinatos dos lideres ativistas que marcaram a história social e politica americana: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Jr. Baldwin não completou o livro antes da morte, e o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck, que combina esse material com um rico arquivo de imagens dos movimentos Direitos Civis e Black Power, conectando essas lutas históricas por justiça e igualdade com os movimentos atuais que ainda clamam os mesmos direitos.
Sinopse: http://imovision.com.br/index.php/filme/i-am-not-your-negro/

20h30 – Estreia- Santoro – O Homem e sua musica (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: Johnnie Howard.

Dias 4 e 5 (sábado e domingo)

11h – Sessao Vitrine Petrobras – Waiting for B

14h30 – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.

Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris em 1937, fugindo da perseguição política do Estado Novo. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons da infância, mesclando essas raízes com a convivência com nomes Picasso, Léger e Miró. Dessa troca de influências, nasceu um pintor de repercussão internacional.
Trailer www.youtube.com/watch?v=PorQ32DSxes

16h – Bwakaw (Filipinas, 2013, comedia dramática, 110 minutos, classificação 14 anos), direção: Jun lana.

Sinopse: René é um velho mal humorado que vive sozinho, tendo companhia um cachorro chamado Bwakaw. Gay que assumiu a homossexualidade há pouco, ele decide refazer o testamento para deixar bens para os poucos amigos. Um dia Bwakaw adoece e Rene conhece Sol, homem que faz René acreditar que ainda tem muita vida pela frente.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=UJaULuCGetw

18h30 – Eu Não Sou Seu Negro (I am Not Your Negro, EUA/França/Bélgica/Suíça, 2016, documentário, 95 min, classificação 12 anos), direção: Raoul Peck.

Sinopse: Narrado por Samuel L. Jackson, documentário constrói reflexão sobre como é ser negro nos Estados Unidos. Em 1979, James Baldwin iniciou seu último livro, “Remember This House”, relatando vidas e assassinatos dos lideres ativistas que marcaram a história social e politica americana: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Jr. Baldwin não completou o livro antes da morte, e o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck, que combina esse material com um rico arquivo de imagens dos movimentos Direitos Civis e Black Power, conectando essas lutas históricas por justiça e igualdade com os movimentos atuais que ainda clamam os mesmos direitos.
Sinopse: http://imovision.com.br/index.php/filme/i-am-not-your-negro/

20h30 – Estreia- Santoro – O Homem e sua musica (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: Johnnie Howard.

Dia 06 (segunda)

18h30 – Eu Não Sou Seu Negro (I am Not Your Negro, EUA/França/Bélgica/Suíça, 2016, documentário, 95 min, classificação 12 anos), direção: Raoul Peck.

Sinopse: Narrado por Samuel L. Jackson, documentário constrói reflexão sobre como é ser negro nos Estados Unidos. Em 1979, James Baldwin iniciou seu último livro, “Remember This House”, relatando vidas e assassinatos dos lideres ativistas que marcaram a história social e politica americana: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Jr. Baldwin não completou o livro antes da morte, e o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck, que combina esse material com um rico arquivo de imagens dos movimentos Direitos Civis e Black Power, conectando essas lutas históricas por justiça e igualdade com os movimentos atuais que ainda clamam os mesmos direitos.
Sinopse: http://imovision.com.br/index.php/filme/i-am-not-your-negro/

20h30 – Estreia- Santoro – O Homem e sua musica (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: Johnnie Howard.

 

De 09 a 15 de mar (exceto dia 14)

Lançamentos, novidades, clássicos do cinema. Há um pouco de tudo na programação do Cine Brasília para o período de 9 a 15 de março. No momento em que a arte de rua é debatida no país, o documentário brasileiro Olhar Instigado mergulha no universo dos criadores de grafites e pichações. Da França apresentamos Souvenir, protagonizado pela brilhante atriz Isabelle Huppert que canta e dança de verdade em mais um papel vibrante. Já Hiroshima, Meu Amor, obra prima de Alain Resnais, poderá ser vista em cópia restaurada. Para o fim de semana o destaque é a pré-estreia de O Filho de Joseph em que o diretor Eugène Green parte de uma série de motivos bíblicos para encenar uma intriga bem terrena.

P R O G R A M A Ç Ã O
Quinta-feira, dia 9/3

14h – * ESTREIA* Olhar Instigado (Brasil, 2017, documentário, 71 min, classificação livre), direção: Chico Gomes, Felipe Lion.
Sinopse: Documentário acompanha os artistas Alexandre Orion, André Monteiro (Pato) e Bruno Locuras pelas ruas de São Paulo. O trio usa o espaço público para manifestar sua arte por meio de grafites, revelando seus olhares instigados.
Trailer: youtube.com/watch?v=tdVsAdnrd7Y

15h30 e 19h – * ESTREIA* Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.
Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.
Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

17h10 – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 90 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.
Sinopse: Um encontro ocasional em Hiroshima faz surgir romance entre um arquiteto japonês e uma atriz francesa que está na cidade participando de um filme sobre a paz. A relação amorosa constitui a base para Resnais explorar a natureza da memória, da experiência e da representação. Além de amantes, eles também se tornam confidentes, o que traz a memória de uma história, nunca contada antes, do primeiro amor dela. Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nevers, ela se apaixonou por um soldado alemão. No dia em que a cidade foi libertada, ele foi baleado e morto e ela submetida à humilhação e a desonra pública.
Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=38&hiroshima-meu-amor

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.
Sinopse: Vida e obra do músico, compositor e maestro Claudio Santoro (1919/1989). Autor de mais de 600 obras em 50 anos de carreira, Santoro é considerado um dos mais importantes músicos eruditos do Brasil ao lado de Carlos Gomes e Villa-Lobos.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=Foo6vQkYURc

Sexta-feira, dia 10/3

14h – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.
Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris em 1937, fugindo da perseguição política. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons da infância, mesclando essas raízes com a convivência com: Picasso, Léger e Miró.
Trailer www.youtube.com/watch?v=PorQ32DSxes

15h30 e 19h – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

17h10 – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 90 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.

Sábado, dia 11

11h – *Pré-estreia* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.
Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.
Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

14h – Olhar Instigado (Brasil, 2017, documentário, 71 min, classificação livre), direção: Chico Gomes, Felipe Lion.

15h30 e 19h – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

17h10 – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 90 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.

Domingo, dia 12/3

11h – *Pré-estreia* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

14h – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.

15h30 e 19h – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

17h10 – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 90 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.

Segunda, dia 13/03

19h – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.

Terça-feira, dia 14/03,
Concerto da Orquetra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, 20h
Entrada Franca

Quarta-feira, dia 15/03

14h – * ESTREIA* Olhar Instigado (Brasil, 2017, documentário, 71 min, classificação livre), direção: Chico Gomes, Felipe Lion.

15h30 e 19h – * ESTREIA* Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

17h10 – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 90 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

20h40 – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.

 

De 16 a 22 de março

Uma sala vários filmes em cartaz. A programação do Cine Brasília para a semana de 16 a 22 de março oferece ao cinéfilo um cardápio que inclui três estreias. São documentários e ficções que colocam em pauta múltiplos temas. Em Jonas e o Circo Sem Lona a estreante Paula Gomes comove o espectador com um filme simples que reflete sobre arte popular, sonhos e a realidade. Já a experiente diretora Eliane Caffé surpreende com Era O Hotel Cambridge. No filme – premiado no festival do Rio – um misto de realidade e invenção mostra a vida de refugiados. Sejam eles palestinos, congoleses, colombianos ou mesmo brasileiros (nordestinos) que ocupam um hotel abandonado no centro de São Paulo. A terceira estreia é drama O Filho de Joseph em que o diretor Eugène Green apresenta sua visão sobre paternidade e adolescência. Segue em cartaz Cicero Dias, o Compadre de Picasso, obra surpreendente e essencial de Wladimir Carvalho; o drama com ares de fantasia Souvenir, estrelado pela francesa Isabelle Huppert e Hiroshima, Meu Amor, de Alain Resnais, um dos maiores clássicos da cinematografia mundial.

P R O G R A M A Ç Ã O

Quinta-feira, dia 16/03

14h – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.

Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris em 1937, fugindo da perseguição política. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons da infância, mesclando essas raízes com a convivência com: Picasso, Léger e Miró.

Trailer www.youtube.com/watch?v=PorQ32DSxes

15h40 – *SESSÃO VITRINE PETROBRAS* Jonas e o Circo Sem Lona (Brasil, 2016, documentário, 81 min., classificação livre), direção: Paula Gomes.

Sinopse: Jonas, 13 anos, nasceu num circo itinerante. Há anos se mudou com a família para Salvador, mas não se acostumou ao novo estilo de vida. Assim, criou seu próprio circo no quintal de casa. Agora ele sonha manter vivo o circo, projeto cada dia mais difícil. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer.

Trailer: http://cirandadefilmes.com.br/br/filme/123-Jonas-e-o-Circo-Sem-Lona

17h10 – *Estreia* Era O Hotel Cambridge (Brasil, 2016, Ficção, 93 min, classificação indicativa 12 anos, com: Zé Dumont, Suely Franco e Carmen Silva), direção: Eliane Caffé.

Sinopse: O filme narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em meio à tensão diária da ameaça do despejo, revelam-se dramas, situações cômicas e diferentes visões de mundo.

Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4278

18h50 – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

20h30 – *ESTREIA* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.

Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

Sexta-feira, dia 17/03

14h – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 92 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

Sinopse: Um encontro ocasional em Hiroshima faz surgir romance entre um arquiteto japonês e uma atriz francesa que está na cidade participando de um filme sobre a paz. A relação amorosa constitui a base para Resnais explorar a natureza da memória, da experiência e da representação. Além de amantes, eles também se tornam confidentes, o que traz a memória de uma história, nunca contada antes, do primeiro amor dela. Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nevers, ela se apaixonou por um soldado alemão. No dia em que a cidade foi libertada, ele foi baleado e morto e ela submetida à humilhação e a desonra pública.

Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=38&hiroshima-meu-amor

15h40 – *SESSÃO VITRINE PETROBRAS* Jonas e o Circo Sem Lona (Brasil, 2016, documentário, 81 min., classificação livre), direção: Paula Gomes.

Sinopse: Jonas, 13 anos, nasceu num circo itinerante. Há anos se mudou com a família para Salvador, mas não se acostumou ao novo estilo de vida. Assim, criou seu próprio circo no quintal de casa. Agora ele sonha manter vivo o circo, projeto cada dia mais difícil. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer.

Trailer: http://cirandadefilmes.com.br/br/filme/123-Jonas-e-o-Circo-Sem-Lona

17h10 – *Estreia* Era O Hotel Cambridge (Brasil, 2016, Ficção, 93 min, classificação indicativa 12 anos, com: Zé Dumont, Suely Franco e Carmen Silva), direção: Eliane Caffé.

Sinopse: O filme narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em meio à tensão diária da ameaça do despejo, revelam-se dramas, situações cômicas e diferentes visões de mundo.

Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4278

18h50 – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

20h30 – *ESTREIA* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.

Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

Sábado e domingo, dias 18 e 19/03

11h – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 92 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

Sinopse: Um encontro ocasional em Hiroshima faz surgir romance entre um arquiteto japonês e uma atriz francesa que está na cidade participando de um filme sobre a paz. A relação amorosa constitui a base para Resnais explorar a natureza da memória, da experiência e da representação. Além de amantes, eles também se tornam confidentes, o que traz a memória de uma história, nunca contada antes, do primeiro amor dela. Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nevers, ela se apaixonou por um soldado alemão. No dia em que a cidade foi libertada, ele foi baleado e morto e ela submetida à humilhação e a desonra pública.

Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=38&hiroshima-meu-amor

14h – Cicero Dias, o Compadre de Picasso (Brasil, 2015, documentário, 76 minutos, classificação livre), direção: Vladimir Carvalho.

Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris em 1937, fugindo da perseguição política. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons da infância, mesclando essas raízes com a convivência com: Picasso, Léger e Miró.

Trailer www.youtube.com/watch?v=PorQ32DSxes

15h40 – *SESSÃO VITRINE PETROBRAS* Jonas e o Circo Sem Lona (Brasil, 2016, documentário, 81 min., classificação livre), direção: Paula Gomes.

Sinopse: Jonas, 13 anos, nasceu num circo itinerante. Há anos se mudou com a família para Salvador, mas não se acostumou ao novo estilo de vida. Assim, criou seu próprio circo no quintal de casa. Agora ele sonha manter vivo o circo, projeto cada dia mais difícil. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer.

Trailer: http://cirandadefilmes.com.br/br/filme/123-Jonas-e-o-Circo-Sem-Lona

17h10 – *Estreia* Era O Hotel Cambridge (Brasil, 2016, Ficção, 93 min, classificação indicativa 12 anos, com: Zé Dumont, Suely Franco e Carmen Silva), direção: Eliane Caffé.

Sinopse: O filme narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em meio à tensão diária da ameaça do despejo, revelam-se dramas, situações cômicas e diferentes visões de mundo.

Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4278

18h50 – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

20h30 – *ESTREIA* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.

Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

Segunda-feira, dia 20/03

18h50 – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

20h30 – *ESTREIA* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.

Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

Terça-feira, dia 21/03

20h – Concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (entrada franca)

Quarta-feira, dia 15/03

14h – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 92 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.

Sinopse: Um encontro ocasional em Hiroshima faz surgir romance entre um arquiteto japonês e uma atriz francesa que está na cidade participando de um filme sobre a paz. A relação amorosa constitui a base para Resnais explorar a natureza da memória, da experiência e da representação. Além de amantes, eles também se tornam confidentes, o que traz a memória de uma história, nunca contada antes, do primeiro amor dela. Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nevers, ela se apaixonou por um soldado alemão. No dia em que a cidade foi libertada, ele foi baleado e morto e ela submetida à humilhação e a desonra pública.

Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=38&hiroshima-meu-amor

15h40 – *SESSÃO VITRINE PETROBRAS* Jonas e o Circo Sem Lona (Brasil, 2016, documentário, 81 min., classificação livre), direção: Paula Gomes.

Sinopse: Jonas, 13 anos, nasceu num circo itinerante. Há anos se mudou com a família para Salvador, mas não se acostumou ao novo estilo de vida. Assim, criou seu próprio circo no quintal de casa. Agora ele sonha manter vivo o circo, projeto cada dia mais difícil. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer.

Trailer: http://cirandadefilmes.com.br/br/filme/123-Jonas-e-o-Circo-Sem-Lona

17h10 – *Estreia* Era O Hotel Cambridge (Brasil, 2016, Ficção, 93 min, classificação indicativa 12 anos, com: Zé Dumont, Suely Franco e Carmen Silva), direção: Eliane Caffé.

Sinopse: O filme narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em meio à tensão diária da ameaça do despejo, revelam-se dramas, situações cômicas e diferentes visões de mundo.

Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4278

18h50 – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.

Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

20h30 – *ESTREIA* O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.

Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.

Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8

 

De 23 a 29 de março

Com sete filmes na programação, o Cine Brasília promove a estreia do aclamado documentário português Volta à Terra. A produção venceu o DocLisboa e ganhou a medalha de prata no Festival italianoTrentoIFF. Além disso, foi apresentada na sessão ACID Cannes. Entre outros destaques estão a ficção brasileira Era o Hotel Cambridge, eleito pela crítica um dos melhores lançamentos nacionais dos últimos anos; o documentário Jonas e o Circo sem Lona, também muito bem considerado pela crítica; o longa franco/belga O Filho de Joseph, obra que muitos acreditam estar nas futuras listas de os melhores filmes do ano; Souvenir, delicado musical com a grande estrela do cinema francês atual, Isabelle Hupert, além do clássico Hiroshima, Meu Amor, inegavelmente um dos maiores filmes de todos os tempos, e a volta de Santoro – O Homem e sua Música, em duas sessões especiais no sábado e no domingo. Lembrando que terça é dia de concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro.

PROGRAMAÇÃO

11h (somente sábado e domingo) – Santoro – O Homem e sua Música (Brasil, 2017, documentário, 88 min., classificação livre), direção: John Howard.
Sinopse: Vida e obra do músico, compositor e maestro Claudio Santoro (1919/1989). Autor de mais de 600 obras em 50 anos de carreira, Santoro é considerado um dos mais importantes músicos eruditos do Brasil ao lado de Carlos Gomes e Villa-Lobos.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=Foo6vQkYURc

14h (somente dias 23 e 25) – *SESSÃO VITRINE PETROBRAS* Jonas e o Circo Sem Lona (Brasil, 2016, documentário, 81 min., classificação livre), direção: Paula Gomes.
Sinopse: Jonas, 13 anos, nasceu num circo itinerante. Há anos se mudou com a família para Salvador, mas não se acostumou ao novo estilo de vida. Assim, criou seu próprio circo no quintal de casa. Agora ele sonha manter vivo o circo, projeto cada dia mais difícil. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer.
Trailer: http://cirandadefilmes.com.br/br/filme/123-Jonas-e-o-Circo-Sem-Lona

14h (exceto dias 23 e 25) – Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, non amour, França/Japão, 1959, drama, 92 min., classificação 12 anos), direção: Alain Resnais.
Sinopse: Um encontro ocasional em Hiroshima faz surgir romance entre um arquiteto japonês e uma atriz francesa que está na cidade participando de um filme sobre a paz. A relação amorosa constitui a base para Resnais explorar a natureza da memória, da experiência e da representação. Além de amantes, eles também se tornam confidentes, o que traz a memória de uma história, nunca contada antes, do primeiro amor dela. Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nevers, ela se apaixonou por um soldado alemão. No dia em que a cidade foi libertada, ele foi baleado e morto e ela submetida à humilhação e a desonra pública.
Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=38&hiroshima-meu-amor

15h40 – *ESTREIA* Volta à Terra (Portugal/Suiça/França, 2016, documentário, 78 min., classificação 12 anos), direção: João Pedro Plácido.
Sinopse: Conta a história de uma comunidade em extinção: camponeses que praticam agricultura de subsistência numa aldeia das montanhas do norte de Portugal, esvaziada pela imigração. Entre a evocação do passado e um futuro incerto, seguimos os 49 habitantes da Uz pelas quatro estações do ano. Entre eles encontramos António, antigo emigrante que realizou o sonho de regressar ao país, e Daniel, jovem pastor que sonha com o amor ao anoitecer.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=nC6bvqDcCHQ

17h – Souvenir (Bélgica, Luxemburgo, França, 2017, romance, 90 min, classificação 16 anos), direção: Bavo Defurne.
Sinopse: Liliane já teve dias de glória como promissora estrela da música, ficando em segundo lugar num famoso show de talentos da Europa, em 1974. Após anos esquecida pelo público e trabalhando numa fábrica, sua vida vira do avesso quando ela se apaixona por Jean, boxeador de 21 anos que a leva a sonhar com a volta aos palcos.
Trailer: www.youtube.com/watch?v=Sa6aofJ3B4c

18h40 – Era O Hotel Cambridge (Brasil, 2016, Ficção, 93 min, classificação indicativa 12 anos, com: Zé Dumont, Suely Franco e Carmen Silva), direção: Eliane Caffé.
Sinopse: O filme narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em meio à tensão diária da ameaça do despejo, revelam-se dramas, situações cômicas e diferentes visões de mundo.
Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4278

20h20 – O Filho de Joseph (Le Fils de Joseph, França/Bélgica, 2015, drama, 115 min., classificação 14 anos), direção: Eugène Green.
Sinopse: Vincent, adolescente de 15 anos, foi criado com amor pela mãe, Marie, mas ela sempre se recusou a revelar quem é seu pai. Ele finalmente descobre que é um certo Oscar Pormenor, editor parisiense egoísta e cínico. Vincent desenvolve um violento plano de vingança, mas o encontro com Joseph, homem que vive à margem da sociedade, tem profundo impacto na vida de mãe e filho.
Trailer: https://youtu.be/7dBrFSeKml8


S E R V I Ç O: 

Ingressos: R$ 12,00 (inteira) R$ 6,00 (meia entrada)
Programador responsável: Sergio Moriconi smoriconi@terra.com.br
Programação Completa em: www.cultura.df.gov.br e facebook.com/cinebrasilia1960