Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/06/17 às 12h56 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Cine Brasília: programação para junho de 2017

COMPARTILHAR

Acompanhe os lançamentos semanalmente na telona do nosso cinema

De 1 a 7 Junho

(Às terças não há sessões devido aos concertos da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro)

Quatro filmes inéditos permanecem em cartaz no Cine Brasília: A Vida após a Vida primeiro filme de Zhang Hanyi, um dos diretores mais promissores do novo cinema chinês, as duas últimas partes da trilogia As Mil e uma Noites do renomado diretor português Miguel Gomes. Esta obra em três “volumes” é uma reposta do aclamado realizador à crise econômica que abalou Portugal há alguns anos. O Cine Brasília apresenta ainda o delicioso Melhores Amigos, considerado um dos melhores filmes do primeiro semestre pela crítica norte-americana. Por fim, o interessante documentário brasileiro Um Casamento, realizado pela filha da personagem.

P R O G R A M A Ç Ã O

Um Casamento – 15h (segunda não haverá sessão)

(Brasil, 2017, documentário, 80 minutos, classificação 18 anos), direção: Mônica Simões.

Sinopse: Filme documentário sobre um casamento cuja narrativa se constrói através do confronto de memórias: a memória subjetiva, composta pelas lembranças da personagem central, a noiva, e pelas lembranças da diretora, filha da noiva, com a memória concreta representada por filmes domésticos, fotografias, cartas de amor, documentos e a casa da família. A narrativa absorve também como linguagem os efeitos do tempo nesses objetos e na própria memória.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=JNBLx1GXwsk

Melhores Amigos – 17h (segunda não haverá sessão)

(Little men, EUA, 2016, drama, 85 min, classificação 10 anos), direção: Ira Sachs.

Sinopse: Jackie se muda para a casa onde vivia seu avô. No novo bairro, faz amizade com Tony, de quem se torna grande amigo. Suas famílias também se aproximam, mas, nesse caso, motivados por uma discussão.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=NzknD7PfasM

A Vida Após a Vida – 19h

(Zhi fan ye mao, China, 2016, drama\ fantasia, 80 min, classificação 10 anos), direção: Zhang Hanyi.

Sinopse: Poucos moradores ainda vivem na pequena província chinesa de Shanxi, muitos se mudaram ou morreram, muitas casas abandonadas desabaram e alguns fantasmas voltaram. O espírito de Xiuying vagou por mais de uma década e retornou à aldeia através do corpo do filho, Leilei. Ela quer mover a árvore que plantou no jardim da família do marido quando se casou. Através da visão do passado de Xiuying vemos o que restou no presente, as pessoas, a reencarnação. Zhang Hanyi, em seu primeiro filme, capta o espectro entre a vida e o esquecimento.

Trailer: www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=46

As Mil e Uma Noites Volume 2 – O Desolado – Quitna, sábado e segunda 20h30

(Portugal/França/Alemanha/Suiça, 2016, drama, 131 min, classificação 16 anos ), direção: Miguel Gomes

Sinopse: Num País Europeu em crise, Portugal, um realizador propõe-se a construir ficções a partir da miserável realidade onde esta inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade. Ela precisará de ânimo e coragem para não aborrecer o Rei com tristes histórias desse país! Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Por isso Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes. Começa assim: “Oh venturoso Rei, fui sabedora de que num triste país entre os países…”

Trailer: www.youtube.com/watch?v=JK-YLxA6Fuc

As Mil e Uma Noites Volume 3 – O Encantado – Sexta, domingo e quarta 20h30

(Portugal/França/Alemanha/Suiça, 2016, drama, 125 min, classificação 16 anos ), direção: Miguel Gomes
Sinopse: No qual Xerazade duvida que ainda consiga contar histórias que agradem ao Rei, dado que o que tem para contar pesa três mil toneladas. Por isso foge do palácio e percorre o Reino em busca de prazer e encantamento. O seu pai, o Grão-Vizir marca encontro com ela na roda gigante, e Xerazade retoma a narração: “Oh venturoso Rei, fui sabedora que em antigos bairros de lata de Lisboa, existia uma comunidade de homens enfeitiçados que, com rigor e paixão, se dedicava a ensinar pássaros a cantar…”. E vendo despontar a manhã, Xerazade calou-se.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=6WzA4gWCaXc

De 8 a 14 de junho

Esteia da semana, Um Homem Chamado Ove, curiosa comédia agridoce, revela-se como fábula onde nenhum personagem é realista: eles são bons ou maus em excesso. Os vilões parecem saídos de história em quadrinhos. Experiência cinematográfica única. Permanecem em cartaz no Cine Brasília as duas últimas partes da extraordinária trilogia As Mil e uma Noites do renomado diretor português Miguel Gomes. Completa a programação Melhores Amigos, considerado um dos melhores filmes do primeiro semestre pela crítica norte-americana.

P R O G R A M A Ç Ã O

Um Homem Chamado Ove – 14h50 e 18h (segunda às 18h20)

(Um Man Som Heter Ove, Suécia, 2017, comédia, 117 minutos, classificação 14 anos), direção: Hannes Holm.

Sinopse: Ove, 59 anos, é um senhor mal-humorado que leva uma vida amargurada. Aposentado, se divide entre a rotina monótona e as visitas ao túmulo da falecida esposa. Mas, quando ele finalmente se entrega às tendências suicidas e desiste de viver, novos vizinhos se mudam para a casa da frente, e uma amizade inesperada irá surgir.

Trailer: http://californiafilmes.com.br/acervo/um-homem-chamado-ove/

Melhores Amigos – 16h15 (segunda não haverá sessão)

(Little men, EUA, 2016, drama, 85 min, classificação 10 anos), direção: Ira Sachs.

Sinopse: Jackie se muda para a casa onde vivia seu avô. No novo bairro, faz amizade com Tony, de quem se torna grande amigo. Suas famílias também se aproximam, mas, nesse caso, motivados por uma discussão.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=NzknD7PfasM

As Mil e Uma Noites Volume 2 – O Desolado – Quinta e sábado às 20h05; segunda às 20h30

(Portugal/França/Alemanha/Suiça, 2016, drama, 131 min, classificação 16 anos ), direção: Miguel Gomes

Sinopse: Num País Europeu em crise, Portugal, um realizador propõe-se a construir ficções a partir da miserável realidade onde esta inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade. Ela precisará de ânimo e coragem para não aborrecer o Rei com tristes histórias desse país! Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Por isso Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes. Começa assim: “Oh venturoso Rei, fui sabedora de que num triste país entre os países…”

Trailer: www.youtube.com/watch?v=JK-YLxA6Fuc

As Mil e Uma Noites Volume 3 – O Encantado – Sexta, domingo e quarta às 20h05 

(Portugal/França/Alemanha/Suiça, 2016, drama, 125 min, classificação 16 anos ), direção: Miguel Gomes

Sinopse: No qual Xerazade duvida que ainda consiga contar histórias que agradem ao Rei, dado que o que tem para contar pesa três mil toneladas. Por isso foge do palácio e percorre o Reino em busca de prazer e encantamento. O seu pai, o Grão-Vizir marca encontro com ela na roda gigante, e Xerazade retoma a narração: “Oh venturoso Rei, fui sabedora que em antigos bairros de lata de Lisboa, existia uma comunidade de homens enfeitiçados que, com rigor e paixão, se dedicava a ensinar pássaros a cantar…”. E vendo despontar a manhã, Xerazade calou-se.

Trailer: www.youtube.com/watch?v=6WzA4gWCaXc

 

De 15 a 21 Junho

 

Estreia especialíssima da semana, a Mostra de Cinema Croata traz gratuitamente alguns dos melhores filmes desse jovem país cuja cinematografia floresce a partir da conquista da independência em 1991. Outro destaque é o filme A Mulher Que se Foi, realizado pelo cultuado diretor filipino Lav Diaz. Ainda que pouco conhecido pelo público brasileiro, Diaz de caracteriza pelos seus filmes com longa duração. São obras de quatro, cinco e até oito horas de duração. Vencedor do Leão de Ouro do Festival de Veneza de 2016, A Mulher Que se Foi possui 3h47 de duração e foi aclamado em todos os outros festivais por onde passou. Permanece em cartaz Um Homem Chamado Ove, esta curiosa comédia, representante da Suécia para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2017, revela-se como fábula onde nenhum personagem é realista: eles são bons ou maus em excesso.

 

P R O G R A M A Ç Ã O

*ESTREIA* A Mulher Que se Foi – Quinta, às 14h; Sexta, sábado e quarta às 15h; Domingo às 10h

(Ang Babaeng Humayo, Filipinas, 2017, drama,, 228 minutos, classificação 12 anos), direção: Lav Diaz

Sinopse: Horacia passou 30 anos numa penitenciária feminina. Ex-professora de escola primária, leva vida tranquila ajudando suas companheiras a praticarem leitura e escrita. Quando outra detenta confessa ter cometido o crime original, Horacia é libertada e parte em busca da família. Enquanto procura pelo filho desaparecido, Junior, ela descobre novamente sua terra natal – as Filipinas do final dos anos 1990. Sua personalidade generosa fica contaminada por sentimentos de vingança.
Trailer: http://www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=44

Um Homem Chamado Ove – 20h30 (Quinta às 18h e segunda às 21h)

(Um Man Som Heter Ove, Suécia, 2017, comédia, 117 minutos, classificação 14 anos), direção: Hannes Holm.

Sinopse: Ove, 59 anos, é um senhor mal-humorado que leva uma vida amargurada. Aposentado, se divide entre a rotina monótona e as visitas ao túmulo da falecida esposa. Mas, quando ele finalmente se entrega às tendências suicidas e desiste de viver, novos vizinhos se mudam para a casa da frente, e uma amizade inesperada irá surgir.
Trailer: http://californiafilmes.com.br/acervo/um-homem-chamado-ove/


Mostra de Cinema Croata – 19h (quinta, abertura às 20h)


S E R V I Ç O: 

Ingressos: R$ 12,00 (inteira) R$ 6,00 (meia entrada)
Mostra de Cinema Croata – Entrada Franca
Programador responsável: Sergio Moriconi smoriconi@terra.com.br
Programação Completa em: www.cultura.df.gov.br e facebook.com/cinebrasilia1960

EQS 106/107 Sul, área especial

Telefone: 3443-9153