Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/07/17 às 20h38 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Cine Brasília: programação para julho de 2017

COMPARTILHAR

De 6 a 12 de julho

(às terças não há sessão, devido às apresentações da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, a partir das 20h)

O destaque desta semana no Cine Brasília é a curiosíssima comédia Perdidos em Paris, uma obra incomum em que os diretores prestam homenagem aos gênios do gênero, Jacques Tati e Charles Chaplin.

Prosseguem em cartaz, Divinas Divas, dirigido pela atriz Leandra Leal, emocionante homenagem a 8 travestis e à relação deles com o Teatro Rival do Rio de Janeiro, palco que a diretora frequentou desde a infância, e Mulher do Pai, filme que marca a auspiciosa estreia na direção da brasileira Cristiane Oliveira. O filme venceu vários prêmios no Festival do Rio em 2016, entre eles o de direção, fotografia e atriz coadjuvante para Veronica Perrotta.

P R O G R A M A Ç Ã O

Perdidos em Paris – 15h e 19h. Segunda somente às 15h

(Paris Pieds Nus, Belgica/Franca, 2016, comédia, 80 minutos, classificação 12 anos), direção: Fiona Gordon, Dominique Abel.

Sinopse: Esta comédia conta a história de Fiona, bibliotecária de uma pequena cidade canadense, que recebe uma aflita e angustiada carta de sua tia Marta, uma senhora de 93 anos, que vive sozinha em Paris. Sem pestanejar, Fiona embarca no primeiro avião rumo à capital francesa apenas para descobrir que Martha desapareceu. Em uma verdadeira avalanche de desastres inexplicáveis, Fiona conhece Dom, um sem-teto egoísta e sedutor, que não vai deixá-la seguir sozinha em sua busca.

Trailer: http://www.pandorafilmes.com.br/filmes/perdidos-em-paris/

Mulher do Pai – 17h

(Brasil/Uruguai, 2017, drama, 94 minutos, classificação 12 anos) direção: Cristiane Oliveira.

Sinopse: Ruben e Nalu moram no campo, perto da fronteira Brasil-Uruguai. Quando ele percebe que a filha, aos 16 anos, já é uma mulher, uma ambígua proximidade surge entre os dois. A intimidade dá lugar ao ciúme quando Rosario, uma atraente uruguaia, ganha espaço na vida de ambos.

Trailer: http://www.vitrinefilmes.com.br/site/?page_id=4324

Divinas Divas – 20h40

(Brasil, 2016, documentário, 110 minutos, classificação 16 anos), direção: Leandra leal.

Sinopse: Rogéria, Jane Di Castro, Divina Valéria, Camille K, Eloína dos Leopardos, Fujika de Halliday, Marquesa e Brigitte de Búzios são ícones da primeira geração de artistas travestis do Brasil. A partir de uma íntima relação com a diretora e com o teatro de sua família, importante palco na trajetória de todas elas, acompanhamos as personagens no processo de construção de um espetáculo que celebra seus 50 anos de carreira. O filme propõe a compreensão de suas vidas como obras de arte, mas também como ato político no Brasil de ontem e de hoje.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=HxahJR71wJY

De 13 a 19 de julho

 

Uma das grandes estreias nacionais do ano, Fala Comigo recebeu comentários elogiosos do psicanalista e escritor Contardo Calligaris no Jornal Folha de São Paulo, ao tratar de temas delicados como o relacionamento de uma mulher madura com um jovem de 17 anos.
Segue em cartaz a curiosíssima comédia Perdidos em Paris, uma obra incomum em que as diretoras prestam homenagem aos gênios do gênero, Jacques Tati e Charles Chaplin. Compõem o restante de nossa grade de programação, em sessões intercaldas, o documentário brasileiro Divinas Divas, dirigido pela atriz Leandra Leal, emocionante homenagem a 8 travestis e à relação deles com o Teatro Rival do Rio de Janeiro, palco que a diretora frequentou desde a infância, e Mulher do Pai, filme que marca a auspiciosa estreia na direção da brasileira Cristiane Oliveira. Com o apoio da Embaixada da França e do Institut Français, o Cine Brasília apresenta até o final deste mês de férias sessões infantis gratuitas. O Quadro, animação que abre a programação, participou do Festival de Annecy e foi indicado ao prêmio César de melhor animação em 2012.

Perdidos em Paris – 15h e 19h

 

(Comédia/França/Bélgica/83min/2017). De Fiona Gordon e Dominique Abel. Com: Fiona Gordon, Dominique Abel, Emmanuelle Riva.

 

Sinopse: Fiona (Fiona Gordon) é uma bibliotecária canadense que recebe uma carta misteriosa de Martha (Emmanuelle Riva), uma tia distante. Na carta, ela pede que a sobrinha viaje imediatamente a Paris, para evitar que seja internada em um asilo. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até a cidade e começa a buscar sua parente distante.

Fala Comingo – 17h

 

(Drama/Brasil/92min/2017). De Felipe Sholl. Com: Tom Karabachian, Karine Teles, Denise Fraga

 

Sinopse: Diogo (Tom Karabachian) tem um estranho fetiche: ele sente prazer ao ligar para as pacientes de sua mãe, Clarice (Denise Fraga), que é terapeuta. Certo dia, ele liga para Ângela (Karine Teles), uma mulher de 43 anos que acaba de se separar do marido. Os dois iniciam uma complicada relação pelo telefone, repleta de curiosidade e de silêncio.

Divinas Divas – 20h40 (somente quinta, sábado e quarta)

 

(Documentário/Brasil/100min/2017). De Leandra Leal. Com: Jane Di Castro, Rogéria, Divina Valéria.

 

Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

Mulher do Pai – 20h40 (somente sexta e domingo)

 

(Drama/Brasil/Uruguai/94min/2017). De Criatiane Oliveira. Com: Maria Galant, Marat Descartes, Veronica Perrotta.

 

Sinopse: A adolescente Nalu (Maria Galant) precisa cuidar do pai cego, após a morte da avó que os criou como irmãos. Quando Ruben (Marat Descartes) percebe o amadurecimento da filha, surge uma desconcertante intimidade entre eles. Mas, com a chegada de Rosário, o ciúme ganhará espaço na vida de ambos.

O Quadro – 11h (somente sábado e domingo) – Entrada franca

(Animação/BélgicaFrança/Suiça/76min/2011). De Jean-François Linguionie

Sinopse: Um quadro inacabado mostra um castelo cercado por um jardim. Lá vivem três tipos de personagens: os “Todopintados”, que já estão totalmente pintados, se julgam superiores e detêm o poder; os “Pelametades”, com pequenos detalhes sem tinta; e os “Rabiscos”, que são apenas esboços, sofrendo o desprezo e a violência dos primeiros. Ramô, um dos “Todopintados”, apaixonado por Claire, uma “Pelametade”, se junta a outros personagens inconformados com a situação, e sai do quadro à procura do pintor para que ele termine seu trabalho e restaure a harmonia no universo da pintura.

De 20 a 26 de julho

A surpresa da semana no Cine Brasília é a estreia do singelo e curioso filme argentino O Futuro Perfeiro, obra ao mesmo tempo poética e política sobre a dificuldade de adaptação dos estrangeiros num outro país.
Também ganha destaque na nossa programação a exibição do filme Peregrinação, dentro do contexto do Festival Latinidades.
Fala Comigo continua em cartaz. O filme recebeu comentários elogiosos do psicanalista e escritor Contardo Calligaris no Jornal Folha de São Paulo, ao tratar de temas delicados como o relacionamento de uma mulher madura com um jovem de 17 anos.
Seguem em cartaz a curiosíssima comédia Perdidos em Paris, uma obra incomum em que os diretores prestam homenagem aos gênios do gênero, Jacques Tati e Charles Chaplin; o documentário brasileiro Divinas Divas, dirigido pela atriz Leandra Leal, emocionante homenagem a 8 travestis e à relação deles com o Teatro Rival do Rio de Janeiro, palco que a diretora frequentou desde a infância, e Mulher do Pai, filme que marca a auspiciosa estreia na direção da brasileira Cristiane Oliveira. Com o apoio da Embaixada da França e do Institut Français, o Cine Brasília segue apresentando até o final deste mês de férias sessões infantis gratuitas. O Quadro, animação reapresentada esta semana, participou do Festival de Annecy e foi indicado ao prêmio César de melhor animação em 2012.

Fala Comigo – 14h

(Drama/Brasil/92min/2017). De Felipe Sholl. Com: Tom Karabachian, Karine Teles, Denise Fraga

Sinopse: Diogo (Tom Karabachian) tem um estranho fetiche: ele sente prazer ao ligar para as pacientes de sua mãe, Clarice (Denise Fraga), que é terapeuta. Certo dia, ele liga para Ângela (Karine Teles), uma mulher de 43 anos que acaba de se separar do marido. Os dois iniciam uma complicada relação pelo telefone, repleta de curiosidade e de silêncio.

Mulher do Pai – 15h50

(Drama/Brasil/Uruguai/94min/2017). De Criatiane Oliveira. Com: Maria Galant, Marat Descartes, Veronica Perrotta.

Sinopse: A adolescente Nalu (Maria Galant) precisa cuidar do pai cego, após a morte da avó que os criou como irmãos. Quando Ruben (Marat Descartes) percebe o amadurecimento da filha, surge uma desconcertante intimidade entre eles. Mas, com a chegada de Rosário, o ciúme ganhará espaço na vida de ambos.

O Futuro Perfeito – 17h40

(El futuro perfecto , Argentina, 2017, drama, 65 minutos, classificação livre), direção: Nele Wohlatz.

Sinopse: Xiaobin tem 17 anos e não fala espanhol quando chega à Argentina para encontrar a família. Alguns dias depois, ganha o nome de Beatriz e um trabalho em um supermercado chinês. Sua família cuida de uma lavanderia e vive completamente isolada dos argentinos e da vida local. Xiaobin/Beatriz consegue guardar algum dinheiro e começa a frequentar um curso de castelhano. Ela testa seu novo idioma nas ruas e acaba conhecendo o indiano Vijay. Quando aprende o tempo condicional na escola, Xiaobin começa a pensar no futuro, no que aconteceria se seus pais soubessem de seu relacionamento com Vijay. Quanto mais ela aprende o novo idioma, mais é capaz de modificar sua realidade.

Trailer: http://www.zetafilmes.com.br/2015/filme.php?id=47&;o-futuro-perfeito

Peregrinação – 20h40 e 21h40 (somente na quarta)

(Brasil, 2017, documentário, 50 minutos), direção: Viviane Ferreira

Sinopse: O filme retrata a trajetória do candomblé como estratégia de resistência da população negra no Brasil por meio das experiências de um escritor africano, da região do Djibuti, em viagem a Salvador/BA e de uma produtora cultural brasileira, do Rio de Janeiro, em sua primeira viagem à Ilha de Goré, no Senegal.

Perdidos em Paris – 19h

(Comédia/França/Bélgica/83min/2017). De Fiona Gordon e Dominique Abel. Com: Fiona Gordon, Dominique Abel, Emmanuelle Riva.

Sinopse: Fiona (Fiona Gordon) é uma bibliotecária canadense que recebe uma carta misteriosa de Martha (Emmanuelle Riva), uma tia distante. Na carta, ela pede que a sobrinha viaje imediatamente a Paris, para evitar que seja internada em um asilo. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até a cidade e começa a buscar sua parente distante.

Divinas Divas – 20h40 (de quinta a terça)

(Documentário/Brasil/100min/2017). De Leandra Leal. Com: Jane Di Castro, Rogéria, Divina Valéria.

Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

O Quadro – 11h (somente sábado e domingo) – Entrada franca

(Animação/BélgicaFrança/Suiça/76min/2011). De Jean-François Linguionie

Sinopse: Um quadro inacabado mostra um castelo cercado por um jardim. Lá vivem três tipos de personagens: os “Todopintados”, que já estão totalmente pintados, se julgam superiores e detêm o poder; os “Pelametades”, com pequenos detalhes sem tinta; e os “Rabiscos”, que são apenas esboços, sofrendo o desprezo e a violência dos primeiros. Ramô, um dos “Todopintados”, apaixonado por Claire, uma “Pelametade”, se junta a outros personagens inconformados com a situação, e sai do quadro à procura do pintor para que ele termine seu trabalho e restaure a harmonia no universo da pintura.

De 27 julho a 2 agosto

O grande destaque da semana no Cine Brasília é a inédita Mostra de Animação Russa, trazendo a nossa capital os principais filmes dos mestres do gênero tanto da Russia quanto da ex-União Soviética. Imperdível! Entre os filmes presentes está O Velho e o Mar, obra que recebeu o Oscar da categoria em 2000. Além dos filmes, a programação inclui lançamento de livro, mesas-redondas e sessões comentadas. 

 

Seguem em nossa grade de exibições o singelo O Futuro Perfeito, o brasileiro Fala Comigo, filme que recebeu comentários elogiosos do psicanalista e escritor Contardo Calligaris, assim como a comédia Perdidos em Paris, uma obra incomum que presta homenagem aos gênios Jacques Tati e Charles Chaplin, e ainda o documentário brasileiro Divinas Divas, dirigido pela atriz Leandra Leal emocionante homenagem a 8 travestis e à relação deles com o Teatro Rival do Rio de Janeiro, palco que a diretora frequentou desde a infância, e Mulher do Pai, filme que marca a auspiciosa estreia na direção da brasileira Cristiane Oliveira.

 

P R O G R A M A Ç Ã O

Mostra de Animação Russa

Quinta às 15h, 16h e 17h30; sexta às 15h, 16h, 17h30 e 20h30; sábado às 11h, 14h30, 16h, 18h; e domingo às 11h, 14h30, 16h 17h e 18h30.

 

Perdidos em Paris – 19h10 (quinta e sábado); 19h (segunda e quarta)

(Comédia/França/Bélgica/83min/2017). De Fiona Gordon e Dominique Abel. Com: Fiona Gordon, Dominique Abel, Emmanuelle Riva.

Sinopse: Fiona (Fiona Gordon) é uma bibliotecária canadense que recebe uma carta misteriosa de Martha (Emmanuelle Riva), uma tia distante. Na carta, ela pede que a sobrinha viaje imediatamente a Paris, para evitar que seja internada em um asilo. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até a cidade e começa a buscar sua parente distante.

 

Fala Comigo – 20h40 (quinta) e 15h50 (quarta)

(Drama/Brasil/92min/2017). De Felipe Sholl. Com: Tom Karabachian, Karine Teles, Denise Fraga

Sinopse: Diogo (Tom Karabachian) tem um estranho fetiche: ele sente prazer ao ligar para as pacientes de sua mãe, Clarice (Denise Fraga), que é terapeuta. Certo dia, ele liga para Ângela (Karine Teles), uma mulher de 43 anos que acaba de se separar do marido. Os dois iniciam uma complicada relação pelo telefone, repleta de curiosidade e de silêncio.

 

Divinas Divas – 20h40 (sábado, segunda e quarta)

(Documentário/Brasil/100min/2017). De Leandra Leal. Com: Jane Di Castro, Rogéria, Divina Valéria.

Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

O Futuro Perfeito – 19h40 (domingo); 17h40 (segunda e quarta)

(El futuro perfecto , Argentina, 2017, drama, 65 minutos, classificação livre), direção: Nele Wohlatz.

Sinopse: Xiaobin tem 17 anos e não fala espanhol quando chega à Argentina para encontrar a família. Alguns dias depois, ganha o nome de Beatriz e um trabalho em um supermercado chinês. Sua família cuida de uma lavanderia e vive completamente isolada dos argentinos e da vida local. Xiaobin/Beatriz consegue guardar algum dinheiro e começa a frequentar um curso de castelhano. Ela testa seu novo idioma nas ruas e acaba conhecendo o indiano Vijay. Quando aprende o tempo condicional na escola, Xiaobin começa a pensar no futuro, no que aconteceria se seus pais soubessem de seu relacionamento com Vijay. Quanto mais ela aprende o novo idioma, mais é capaz de modificar sua realidade.

 

Mulher do Pai – 21h (domingo) e 14h (quarta)

(Drama/Brasil/Uruguai/94min/2017). De Criatiane Oliveira. Com: Maria Galant, Marat Descartes, Veronica Perrotta.

Sinopse: A adolescente Nalu (Maria Galant) precisa cuidar do pai cego, após a morte da avó que os criou como irmãos. Quando Ruben (Marat Descartes) percebe o amadurecimento da filha, surge uma desconcertante intimidade entre eles. Mas, com a chegada de Rosário, o ciúme ganhará espaço na vida de ambos.


S E R V I Ç O:

Ingressos: R$ 12,00 (inteira) R$ 6,00 (meia entrada)

Programador responsável: Sergio Moriconi smoriconi@terra.com.br

Programação Completa em: www.cultura.df.gov.br e facebook.com/cinebrasilia1960