Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/07/12 às 14h39 - Atualizado em 13/11/18 às 14h37

Cine Brasília ganha reforma completa e será entregue em novembro

COMPARTILHAR

a cine brasiliaa cine reforma

“É uma obra pra valer”.
A frase é de Leonardo Bianchetti, responsável técnico pela reforma do Cine Brasília, para explicar que desde 1975 a sala “mais confortável da cidade” não passa por uma obra de reestruturação tão profunda. De lá pra cá o que se viu foram obras pequenas, que popularmente conhecemos como “maquiagem”.
Orçada em R$ 3,4 milhões, a reforma do Cine Brasília prevê uma série de mudanças que poderão ser vistas em novembro, mês em que será reinaugurado.

A mais significativa, ou que talvez fique mais evidente, diz respeito à acessibilidade. Para atender os deficientes físicos, o espaço vai ganhar banheiro e rampas especiais. Os degraus de acesso às cadeiras, localizados do lado direito de quem entra no cinema, vão dar lugar a uma rampa para facilitar o acesso dos portadores de necessidades especiais.

Nas saídas de emergência, os degraus também serão substituídos por rampas. “Além de facilitar a saída de quem depende de cadeiras de rodas, vai tornar permitir que as pessoas deixem o prédio com maior rapidez em caso de um incêndio, por exemplo”, disse Marcelo Machado, engenheiro responsável pela obra.
Por falar em incêndio, o Cine Brasília também receberá sprinklers, aqueles chuveirinhos colocados no teto, que são acionados automaticamente quando há sinal de fogo e a temperatura ambiente aumenta muito. Um detector de fumaça também será instalado, além de dois reservatórios de água exclusivos para combate a incêndios.

Não para por aí. O antigo ar condicionado, que funcionava a diesel, será trocado por um sistema mais moderno. E as cadeiras, que integram o conjunto tombado pelo patrimônio cultural, estão sendo retiradas uma a uma e guardadas em uma sala segura do Teatro Nacional Cláudio Santoro.

A Fachada

A frente do Cine Brasília também receberá um tratamento especial, assim como a parede do fundo da construção. O revestimento cerâmico será trocado onde foram detectadas infiltrações. Além disso, os tijolos vão ser lixados para retirada das camadas de tintas que as paredes ganharam ao longo dos anos. A ideia é deixa-los aparentes, resgatando o tom original da construção projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Projetores

Para evitar que ficassem expostos à poeira, os dois projetores foram lacrados em caixotes de madeira.

Tirinha

A reforma do Cine Brasília parece ter agradado aos que frequentam o espaço. Prova disso são os grafites improvisados nos tapumes colocados em frente ao prédio. Os desenhos são um pouco amadores, mas as mensagens são otimistas. Um reconhecimento pelo esforço em preservar o patrimônio da capital do Brasil, como se pode ver nas fotos abaixo.

a tira 1a tira 2

a tira 3a tira 4