Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/10/13 às 16h48 - Atualizado em 13/11/18 às 14h39

Cine Brasília apresenta clássicos franceses

COMPARTILHAR


“Filmes que Amamos” homenageia obras eternas

O Cine Brasília inova mais uma vez ao oferecer clássicos da telona francesa com a mostra “Filmes que Amamos” para o público da capital federal na primeira quinzena de novembro. O projeto é uma parceria com a Embaixada da França.

“As mostra Filmes que Amamos tem a proposta de ser temática e exaltar os filmes clássicos – obras eternas”, ressalta o programador do Cine Brasília, Sérgio Moriconi.

De 1º a 14 de novembro serão exibidos os clássicos franceses no cine Brasília: Pele de Asno, Chronique d´un été (Crônica de Um Verão), Sessão Curtas Parisienses de Agnès Varda, O Fundo do Ar é Vermelho, Alphaville, Hiroshima Meu Amor, Nas Garras do Vício, Curtas de Alain Resnais, Pickpocket (O Batedor de Carteiras).

As sessões acontecem em dois horários, às 19h e às 21h, e a entrada é gratuita.


Confira a programação completa abaixo.


Sexta-feira (1º)

– “Pele de asno” (1970), às 19h

De Jacques Demy. Com Catherine Deneuve, Jacques Perrin, Jean Marais. Comedia romântica em cores/100'. Classificação etária Livre.

– “Chronique d´un été” (1960), às 21h

De Jean Rouch. Documentário em cores/90'.


Sábado (2)

– Sessão Curtas Parisienses de Agnès Varda, às 19h

– “O Fundo do Ar é Vermelho” (1977), às 21h

De Chris Marker. Documentário em cores/180'.


Segunda (4)

– “Alphaville” (1965), 35 mm, às 19h

De Jean-Luc Godard. Com Anna Karina, Eddie Constantine. Drama em preto e branco/95'. Classificação etária 12 anos.

– “Hiroshima Meu Amor” (1959); 35 mm, às 21h

De Alain Resnais. Com Bernard Fresson, Eiji Okada, Emmanuelle Riva, Pierre Barbaud, Stella Dassas. Drama em preto e branco/90'.


Terça (5)

– “Nas Garras do Vício” (1958); 35 mm, às 19h

De Claude Chabrol. Com Bernadette Lafont, Jean-Claude Brialy. Drama em preto e branco/93'.

– Curtas de Alain Resnais; 35mm, às 21h


Quarta (6)

– “O Batedor de Carteiras” (1959); 35 mm, às 19h

De Robert Bresson. Com Jean Pelegri, Martin Lassale, Pierre Etaix, Pierre Lemarie. Drama em preto e branco/75'. Classificação etária 14 anos.


Quinta (7)

– “Alphaville” (1965), 35 mm, às 21h

De Jean-Luc Godard. Com Anna Karina, Eddie Constantine. Drama em preto e branco/95'. Classificação etária 12 anos.

– “Hiroshima Meu Amor” (1959); 35 mm, às 19h

De Alain Resnais. Com Bernard Fresson, Eiji Okada, Emmanuelle Riva, Pierre Barbaud, Stella Dassas. Drama em preto e branco/90'.


Sexta (8)

– “O Fundo Do Ar É Vermelho” (1977), às 19h

De Chris Marker. Documentário em cores/180'.

– “François Truffaut, Uma Autobiografia” (2004), às 21h

De Serge Toubiana. Documentário em cores/78'.


Sábado (9)

– “Chronique d´un été” (1960), às 19h

De Jean Rouch. Documentário em cores/90'.

– “Nas Garras do Vício” (1958); 35 mm, às 21h

De Claude Chabrol. Com Bernadette Lafont, Jean-Claude Brialy. Drama em preto e branco/93'.


Domingo (10)

– Sessão de 5 Curtas do Resnais, às 19h

(Guernica / As Estátuas Também Morrem / Noite E Neblina / O Canto Do Estireno / Toda A Memória Do Mundo)

– Sessão Curtas Parisienses de Agnès Varda, às 21h


Quinta (14)

– “François Truffaut, Uma Autobiografia” (2004), às 19h

De Serge Toubiana. Documentário em cores/78'.

– “O Batedor de Carteiras” (1959); 35 mm, às 21h

De Robert Bresson. Com Jean Pelegri, Martin Lassale, Pierre Etaix, Pierre Lemarie. Drama em preto e branco/75'. Classificação etária 14 anos.


Serviço

Filmes que Amamos

Quando: de 1º a 14 de novembro

Onde: Cine Brasília -EQS 106/107 (Asa Sul, Brasília DF)

Quanto: Entrada franca

Mais informações: (61) 3244-1660