Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/06/14 às 13h30 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Cia Nós No Bambu se apresenta no Eixão do Lazer

COMPARTILHAR


A montagem é resultado de uma pesquisa de dois anos e mostra uma performance de circo contemporâneo e dança acrobática

O Eixão Norte recebeu neste domingo (22) o Espetáculo Traços de Teia da Cia Nós no Bambu. Na altura da 107, o público foi convidado a largar bicicletas, patins, skates e conhecer o trabalho do grupo.

Quem já sabia do evento, chegou preparado com cangas para se acomodar. A produção disponibilizou alguns tapetes de palha para que as pessoas sentassem, mas o restante se aconchegou na grama e no chão mesmo.

A estrutura para apresentações ao ar livre é simples: cinco tripés de bambu, um tatame e música. Todo o restante vem da habilidade das cinco dançarinas acrobatas: Ana Flavia Almeida, Beatrice Martins, Nara Faria, Poema Mühlenberg e Roberta Martins.

Poema Mühlenberg, 35, afirma que com a apresentação na rua é preciso lidar com o sol quente e com a secura, que deixa o bambu escorregadio, mas traz uma satisfação enorme. “É ótimo levar arte, cultura e música para as ruas de Brasília”.

Já Roberta Martins, 32, conta que é uma experiência que aproxima o grupo do público. “Na rua existe um compartilhar mais próximo e ficam à mostra algumas sutilezas da apresentação, como a maneira de preparar a pele molhando o bambu”.

Sentados no meio-fio, mãe e filho assistiam ao espetáculo. Natalia Alencar, 26, tem amigos que já acompanham o trabalho do grupo há mais tempo e a convidaram comparecer hoje. “Vim com meu filho de 2 anos e gostei muito. É tudo lindo e elas são muito talentosas”, conta a bióloga.

Greice Berilim, 47, mora na Asa Sul e foi ao evento artístico com as duas filhas, o genro e a mãe, dona Goiana Magalhães, de 74 anos. “Achei muito interessante. As dançarinas trabalham muito bem. Se tiverem outras apresentações, assistirei de novo”, explica a professora.

Quando o espetáculo acabou, o público levantou e aplaudiu bastante a apresentação. Rapidamente a estrutura foi retirada e os brasilienses continuaram indo e vindo, aproveitando o restante do domingo.