Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/03/14 às 11h32 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Chuva foi componente extra no desfile de domingo

COMPARTILHAR


Cinco agremiações se apresentaram entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda

A Gigante da Colina, formada por torcedores do Vasco, abriu os desfiles do grupo de acesso na Passarela da Alegria neste domingo (2). A escola entrou pontualmente às 20h e enfrentou chuva em metade da passagem.

Com o tema “República do Brasil que deu certo”, o grupo ressaltou os pontos fortes do país e deu boas-vindas aos turistas internacionais. A comissão de frente representou comissários de bordo do avião que traz os estrangeiros ao Brasil.

Na segunda ala, a escola trouxe representações de turistas alemães com a fantasia de “Caipiroscafest”, em alusão à Oktoberfest. A ala das baianas trazia uma faixa escrito “welcome” (bem-vindo em inglês). Já a bateria era formada por “guardas da realeza britânica”.

“Nem a chuva atrapalhou. Trabalhamos até o último minuto e, se Deus quiser, teremos essa conquista”, disse a rainha da bateria Karine Reis, ao se referir ao grupo especial.

A segunda escola a se apresentar foi a Candangos do Bandeirante, que homenageou a sambista carioca radicada em Brasília Dhi Ribeiro. A própria cantora foi destaque do primeiro carro alegórico, que trazia um boneco de Cartola de braços abertos. O segundo carro fez alusão ao seu trabalho no circo, com palhaços e dados.

“A maior homenagem que um sambista pode receber é um samba. Samba enredo então é maravilhoso!”, disse a cantora, após o desfile, que aconteceu debaixo de chuva.

No terceiro desfile, da escola Acadêmicos de Santa Maria, a chuva deu uma trégua. A escola verde e branca entrou na Passarela às 22h15, com o tema do Sertão. Referências a cangaceiros, mandacaru e literatura de cordel estavam por toda parte.

Em seguida, a Unidos da Vila Paranoá desfilou com o tema África. Com fantasias variadas representando tradições e raízes africanas, a escola trouxe o tema escravidão. O destaque vai para o segundo carro alegórico, em formato de navio negreiro.

Por fim, a Unidos de Riacho Fundo I iniciou o último desfile da noite, à 00h40. Com o tema magia, a escola verde e rosa abusou de cartas de baralho, cartolas e coelhos na composição. O segundo carro alegórico se destacou por tentar simular uma ilusão de ótica, com desenhos abstratos em preto e branco.

Os desfiles aconteceram sem incidentes. A estimativa de público calculada pela Secretaria de Segurança só deve ser divulgada na quinta-feira (6).

Leia também...