Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/07/20 às 12h12 - Atualizado em 9/07/20 às 12h16

Centro de Dança do DF promove videoaulas gratuitas durante a pandemia

COMPARTILHAR

 

Iniciativa que conta com profissionais que trabalham no equipamento divulga detalhes pelo Instagram

 

O Centro de Dança do DF está promovendo videoaulas gratuitas durante o período da pandemia de coronavírus (Covid-19), em parceria com professores que trabalham no equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), localizado no Setor de Autarquias Norte (SAN).

 

“A ideia surgiu após percebermos que as aulas presenciais estavam migrando para a internet por causa da pandemia. Como ainda é algo novo e sabemos que muitas pessoas não estão acostumadas ao novo formato, convidamos os professores a participar. Isso ajuda também a formar público para os profissionais da área no retorno aos trabalhos presenciais, quando o confinamento terminar”, explicou o gerente do espaço, Aghatto dos Santos.

 

As aulas, com dia e horário divulgados pela conta do CD no Instagram, começaram na terça-feira, 30. O primeiro encontro foi com Gustavo Letruta, professor, coreógrafo e diretor artístico.“Nessa aula inaugural online, na parceria do Centro de Dança, trabalhei ‘heels performance’, um estilo que dialoga com o ‘street’ jazz, o stiletto e ‘sexy dance’”, relatou Gustavo. A sessão abordou técnicas coreográficas, passando por alongamento, condicionamento físico, coordenação motora e sequências de movimento.

 

A iniciativa teve nove alunos. Ele contou que um ou dois participantes tiveram dificuldades com o aplicativo utilizado, mas considerou a experiência positiva e está estudando aprimoramentos. “Ao final da aula conversei com os alunos sobre como se sentiram e veem o desafio da aula online. Estamos todos nos adaptando ao novo formato”, disse.

 

O artista, que trabalha no CD desde 2018, contou que deixou a câmera do notebook aberta e foi dando as instruções mais longe para mostrar os movimentos. Depois se aproximou para ver os alunos fazendo e foi conversando com eles. “É uma relação com a câmera bem diferente comparada ao meu trabalho com audiovisual, quando estou filmando e construo linguagens, narrativas e diálogos que me aproximam do espectador”, explicou.

 

“A parte boa é a potência de ter encontros coletivos, garantindo a segurança de todo mundo. Várias pessoas me relataram estarem muito paradas, e esse processo nos aproxima e nos ajuda a enfrentar a pandemia de forma criativa”, sintetizou.
Santos informou que o próximo encontro, cujos detalhes vão ser confirmados no perfil social no Instagram (ver abaixo), será de dança contemporânea, com o professor João Gabriel Lima, ator, bailarino, diretor e coreografo, que trabalha no Centro de Dança desde sua reabertura há três anos.

 

João Gabriel também é novato com o formato de videoaula. “Espero superar questões técnicas de programas e instabilidade de conexão, que geram gaps na comunicação por não estarmos juntos presencialmente, o que dificulta a troca de informações e estímulos sensíveis”, afirmou em conversa com a reportagem do site. Ele pretende contornar isso limitando o encontro a no máximo 10 alunos, de modo que o tamanho da imagem lhe permita ver e orientar o aluno mais facilmente.

 

Serviço:

Centro de Dança do DF

@centrodedancadf

Leia também...