Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/12 às 14h16 - Atualizado em 13/11/18 às 14h37

Centro Cultural Três Poderes para gringo ver

COMPARTILHAR


É quarta-feira, três e meia da tarde. O Espaço Lúcio Costa, na Praça dos Três poderes, está cheio de turistas. Um número bastante considerável se levar em conta que a maioria das visitas acontece no fim de semana.
São Brasileiros de todos os cantos do país. E são estrangeiros também. Como Philip Rauber, que veio da Suiça para conhecer a capital do Brasil.

De olho nele estão três alunas de língua inglesa do Centro de Línguas – CIL 2 de Brasília. Thainná, Daniella e Jéssica fazem parte do projeto “Um Gol de Educação na Copa de 2014”, uma parceria entre a Secretaria de Cultura do DF, por meio do Centro Cultural Três Poderes, e a Secretaria de Educação do DF.

Educadamente, as meninas fazem a abordagem ao turista. Ao lado delas a professora que coordena o grupo, Letícia Teles. Elas explicam o projeto para Philip. Apesar de falar fluentemente o português, o “gringo” não se opõe à ideia de ser ciceroneado pelas estudantes.

Em 20 vinte minutos elas desempenham – e bem – o papel de guias turísticos. É tempo mais que suficiente para os quatro ficarem à vontade. Quando uma delas se embaraça na pronúncia de uma ou outra palavra, o suíço, tal como um professor, corrige de imediato. E assim o turista poliglota (ele fala inglês, alemão, francês e português) conhece toda a história do Espaço Lúcio Costa.

Philip Rauber se impressionou com o projeto. “Nunca vi algo assim na Suiça. É uma iniciativa inovadora porque o turista aprende sobre a história do Brasil e os estudantes têm oportunidade de dominar ainda mais a língua estrangeira, colocar em prática o que aprendem em sala de aula”, disse ele.

A visita guiada foi mais um “ensaio” dos alunos de línguas do CIL-2, que aproveitam o período de férias para exercitar o inglês, o francês e o espanhol.

Eles terão papel importante no projeto “Um Gol de Educação na Copa de 2014”. Serão eles os responsáveis por apresentar aos turistas estrangeiros os monumentos do Centro Cultural Três Poderes.

“Antes, a aprendizagem era só em sala de aula; agora, eles entendem o que é a abordagem comunicativa no aprendizado de línguas. Eles não têm mais medo de errar, porque o importante é passar a informação compreendendo e sendo compreendido”, diz, entusiasmada, a professora Letícia Teles.

De acordo com Letícia, para a Copa do Mundo o importante é o conhecimento do idioma aliado ao conhecimento da história de Brasília e a valorização dos espaços museais.

Número de visitantes
2011
janeiro a dezembro (Lucio Costa e Museu da Cidade) – 181.653
2012
janeiro a junho (Lucio Costa e Museu da Cidade) – 75.194
Só no Lucio Costa (janeiro a julho) – 68.052
Turistas Estrangeiros no Lucio Costa (janeiro a junho) – 17.762

{gallery}galerias/centrocultural3poderes{/gallery}