Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/19 às 15h07 - Atualizado em 23/02/19 às 15h09

Carnaval Social anima comemoração dos 15 anos da Cidade Estrutural

COMPARTILHAR

A programação contou com capacitação, prestação de serviços e atividades culturais

 

A Cidade Estrutural festejou seus 15 anos com um grande evento realizado pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal que levou o Carnaval Social para a região. O vice-governador Paco Britto e o secretário Adão Cândido participaram da celebração que contou com realização de cursos, prestação de serviços e apresentações culturais.

 

O vice-governador enalteceu a ação da secretaria de Cultura. Para ele, a celebração do aniversário da Estrutural é o reconhecimento de uma luta de mais de cinco décadas da comunidade local. “Hoje a Estrutural é reconhecida pelo setor público, que presta toda assistência à população”, disse. Ele informou ainda que o Programa SOS DF vai retornar à Estrutural em sua segunda etapa de com foco na melhoria do posto de saúde, das quatro escolas e levar mais serviços públicos para a cidade.

 

O secretário de Cultura, Adão Cândido, destacou a importância da realização do Carnaval Social, projeto que ele considera inovador para o Distrito Federal. A proposta do evento é aliar a folia à prestação de serviços para as comunidades mais carentes. “Nossa meta é promover a difusão cultural, levando cultura a todas as regiões”.

 

Durante todo o dia, a carreta palco da Secretaria de Cultura esteve na Praça em frente à Administração promovendo cursos de capacitação para os jovens da região.

 

Foram aulas de informática, fotografia, filmagem e até oficina de DJ, uma das mais concorridas. Cerca de 50 pessoas foram capacitadas.

 

Cândido destacou que as atividades culturais são potenciais geradoras de emprego e renda e, ao fomentar a profissionalização com a oferta dos cursos, os jovens melhoram suas possibilidades no mercado de trabalho. “É preciso ter esse olhar empreendedor para a atividade cultural, uma vez que os jovens são potencialmente criativos”, apontou.

 

Janete Vieira, coordenadora das atividades da carreta ressaltou o interesse da comunidade pelos cursos oferecidos pelo projeto Carnaval Social. O diferencial, segundo ela, é trabalhar o fomento à cultura pela capacitação. “Algo importante para o desenvolvimento social e pessoal de cada participante, que também deixa um legado”, explicou