Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/12/19 às 20h25 - Atualizado em 28/12/19 às 20h25

Carnaval 2020: grupo de trabalho discutirá preparativos para a folia

COMPARTILHAR

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) Bartolomeu Rodrigues recebeu nesta sexta-feira (27), representantes de blocos carnavalescos do Distrito Federal, que falaram sobre a folia em 2020. Aspectos como a organização dos eventos e trâmites burocráticos foram debatidos no encontro.

 

No circuito dos grandes eventos do país, o carnaval de rua de Brasília reúne os chamados “bloquinhos”em diversos pontos da capital. São grupos de tamanhos variados que chegam a receber até 150 mil pessoas em uma única apresentação. Com necessidades e demandas específicas, a reunião foi uma oportunidade para os organizadores pontuarem ao novo secretário de Cultura e Economia Criativa a realidade dos agentes culturais envolvidos nas produções.

 

Para Bartolomeu Rodrigues, a realização do Carnaval 2020 é um grande desafio, uma vez que a festa tem enorme impacto para a economia e o turismo da capital. Ele reforçou a importância em abrir o diálogo e estreitar os laços com a comunidade cultural a fim de elaborar em conjunto o planejamento de grandes ações.

 

Nesse sentido, será criado um grupo de trabalho com a Secec e representantes dos blocos, que discutirão aspectos essenciais para a organização dos desfiles como patrocínio, alvarás e recolhimento de taxas como o Ecad, por exemplo. Guilherme Almeida, do bloco Sereias Tropicanas exaltou a iniciativa. “Quem faz o carnaval são os artistas. Gostaríamos de uma parceria efetiva com a secretaria para discutir a situação dos blocos”.

 

A ideia, segundo o gestor da Secec, é estruturar o grupo ouvindo todos os atores envolvidos nos preparativos, a partir de uma agenda permanente que ajude a consolidar o carnaval de Brasília. “O trabalho do carnaval precisa ser discutido à longo prazo. A importância do grupo de trabalho é justamente para alinhar as demandas e discutir as melhorias para o evento”, concluiu Bartolomeu Rodrigues.