Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/02/14 às 17h00 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Capela Imperial dará banho de perfume na Passarela da Alegria

COMPARTILHAR

Escola de Taguatinga desfilará com 500 componentes, 11 alas e dois carros alegóricos

BRASÍLIA (18/2/14) – Com o enredo “Tem amor, tem magia, tem sedução, meu perfume vai despertar emoção'', a Capela Imperial de Taguatinga promete conquistar a Passarela da Alegria com os mais variados aromas. Parte das alas e os carros alegóricos da escola exalarão fragrâncias durante o desfile, a começar pela comissão de frente, que terá a figura da rainha do Egito, Cleópatra.

“Ela seduziu grandes homens com o uso do perfume, que resgata sentidos do corpo humano, além de emoções. É essa a percepção que queremos que o público tenha”, enfatizou a presidente da escola, Cintia Gonçalves. Segundo ela, a Capela Imperial desfilará com 500 componentes, 11 alas e dois carros alegóricos.

De acordo com diretor de Harmonia da Capela Imperial, David Salvino, a escola também contará a história da criação do perfume até a sua industrialização. “Vamos falar sobre essências florais, os alquimistas que pesquisaram para elaborar fragrâncias e a sua produção até os dias de hoje”, disse.

Salvino também descreveu que a ala da bateria se apresentará de maneiras distintas. A primeira será “As rosas não falam”, e a segunda, “As rosas simplesmente exalam”- nomes inspirados numa canção do compositor Cartola, um dos ícones da Mangueira, tradicional escola carioca.

No terceiro setor, estarão as alas da paixão, da saudade, do olfato, do perfumes das estrelas, do cheiro e das crianças, que traduzirão a expressão “nos menores frascos, os melhores perfumes”.

“Esperamos levar muita emoção, como a saudade, o amor e vários sentimentos. Queremos promover um desfile empolgante. Vamos com tudo para a avenida”, afirmou o diretor de Harmonia.

HISTÓRIA – A Capela Imperial de Taguatinga, terceira agremiação carnavalesca mais antiga de Brasília, foi criada em 1º de fevereiro de 1976. Em seu início como bloco, foi campeã em 1979 e 1980. Desfilando no Grupo 2, venceu em 1982, 1989 e 2001. Foi campeã do Grupo Especial em 2006 e em 2012 acabou rebaixada.

(A.S./I.M.*)