Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/14 às 13h38 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Brasília festeja vitória da Seleção

COMPARTILHAR


Turistas se reuniram na Torre de TV para comemorar


A Torre de TV está virando o principal ponto de encontro das torcidas depois dos jogos realizados em Brasília. Na noite dessa segunda-feira (23), depois da goleada do Brasil sobre a seleção do Camarões, por 4 a 1, grande parte dos torcedores foi para o monumento celebrar a classificação brasileira em primeiro lugar no grupo A.

A animação da noite ficou por conta da banda de percussão Patubaté, produzida por Fred Magalhães, 39. O grupo tem puxado a festa depois de todos os jogos na Torre de TV. “Nós chegamos aqui de improviso no primeiro dia e a resposta do público foi tão boa que vamos voltar em todos os jogos. Estamos planejando chegar às 15h para o pós-jogo entre Portugal e Gana”, explicou Fred. Seis músicos da banda e mais 30 alunos de uma oficina realizada pelo grupo embalaram a festa de brasileiros e estrangeiros.

De longe era possível ver dois amigos vestidos todos de verde comemorando a vitória da seleção. A fantasia era tão inusitada que crianças paravam para tirar fotos com os rapazes. O advogado Jorge Freitas, 30, e o médico Fernando Couto, 30, confessaram não saber exatamente o que significava a indumentária. “Vimos a fantasia na internet e achamos legal. Como é tudo verde é uma homenagem ao Brasil e ao Hulk, tanto da Seleção Brasileira quanto o super-herói”, brincou Couto. Os amigos são paraenses e contaram que estão seguindo a Seleção Brasileira por onde ela passa. “Conseguimos comprar todos os ingressos até a final. Agora é só assistir aos jogos e esperar pelo título”, destacou o médico.

O estudante paquistanês Abdul Ali, 36, veio a Brasília com um grupo de amigos do Paquistão e do Afeganistão. “Somos muito fãs de futebol”, revelou. “Como a seleção paquistanesa não é muito boa viemos acompanhar o time do Brasil”, explicou antes de falar de seus jogadores favoritos. “Gosto muito do Neymar, do Kaká e do Messi, da Seleção Argentina, mas estou torcendo pro Brasil”, concluiu.

Nem mesmo os torcedores camaroneses ficaram muito desapontados com o resultado. Chris Bebey, 37, gerente financeiro, ficou tão empolgado com o ambiente e a festa no Estádio Nacional Mané Garrincha que nem se abalou. “Vim encontrar um grupo de mais de 100 amigos do Camarões. A atmosfera é tão envolvente e alegre que nem ficamos tristes com a eliminação da nossa seleção”, confessou.

Apesar do grande número de turistas na capital, os brasilienses também aproveitam para fazer a festa. O jornalista Guilherme Martins, 22, e um grupo de amigos não conseguiram os ingressos para os jogos, mas resolveram fazer um “esquenta” na Torre de TV e acabaram ficando para a festa após a partida. “Nunca achei que a Copa do Mundo poderia ser assim. Estou impressionado. A festa está linda. Foi só começar que todos viramos patriotas de uma vez”, destacou o jovem.