Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/18 às 11h54 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Biblioteca Pública de Brasília está reaberta

COMPARTILHAR

Inaugurada em 1990, a Biblioteca Pública de Brasília (BPB) da 312/512 Sul, passou pela maior reforma feita desde sua fundação e reabriu nesta terça-feira (15), em solenidade com a presença do Governador Rodrigo Rollemberg. O público poderá usar o espaço a partir de quarta, das 7h30 às 18h e, aos sábados, até 13h30.

 

confira as fotos aqui.

 

Foram convidados para a ocasião 40 alunos da Escola Parque 313/314 Sul que assistiram à uma contação de histórias realizada pela Associação de Contadores de Histórias do DF.

 

Além disso, foram homenageadas a Presidente da Associação dos Amigos da Biblioteca Pública de Brasília, Iza Antunes e Neusa Dourado Freire, Bibliotecária da Secretaria de Cultura, que foi criadora e gestora de um dos mais bem sucedidos programas de promoção da leitura do Brasil, o programa “Mala do livro: bibliotecas domiciliares”.

 

Na ocasião Neusa Dourado lembra que Biblioteca Pública tem que ter vida e que assim surgiu o jardim de leitura. “No começo não tínhamos espaço, mas conseguimos o prédio fechado há algum tempo, e agimos com o que tínhamos. Para fazer um grande trabalho num pequeno espaço é preciso consciência de que o livro e o leitor são a parte mais importante. O livro precisa sair da estante e encontrar seu leitor”.

 

O Secretário de Cultura do Distrito Federal, Guilherme Reis, anunciou que outros espaços em reforma como o Espaço Cultural Renato Russo 508 Sul, e os Complexos Culturais de Samambaia e de Planaltina irão reabrir em breve,  além disso segue em curso o processo de reforma do Teatro Nacional. “Desde 2015 apoiamos Bienal, feira, circuito de feiras, investimos na aquisição de livros e instalação de internet. Mas não só recuperamos, criamos normas e uma nova mentalidade que vai pela primeira vez permitir manutenção regular e atividades continuadas nos espaços culturais”, conclui.

 

Para Nanan Catalão, secretária-adjunta de Cultura do Distrito Federal, a volta da biblioteca confere maior estímulo à leitura e democratiza o acesso ao livro e à cultura. “A Biblioteca Pública de Brasília é desde sua inauguração uma referência para a população da cidade, e essa reabertura após uma grande e importante reforma demonstra o compromisso que temos com as políticas do livro e da leitura”, diz.

 

A Secretaria de Cultura fechou a biblioteca no ano passado para adaptações de acessibilidade, reformas nos banheiros, pintura, troca de piso, de forro e das instalações hidráulicas, como parte do processo de valorização de todos os espaços culturais da cidade, dentro do programa Lugar de Cultura.

 

Na parte externa da biblioteca, as calçadas foram recuperadas e as paredes grafitadas, substituindo antigas pichações que estavam na fachada do prédio. O local conta agora também com área infantil dentro dos seus 600 metros quadrados de área total.

 

Com custo de reforma de R$ 298,5 mil, a biblioteca é, portanto, devolvida ao público com o acervo totalmente preservado e mobiliário renovado. As obras duraram um ano, considerando tempo de obra mais o processo licitatório dos novos equipamentos.

 

O acervo BPB é constituído de cerca de 16 mil exemplares divididos em: acervo geral, referência, infanto-juvenil, gibiteca, estante de concursos, escritor brasiliense, periódicos e diários de notícias locais e nacionais. Em 2016 foram 36 mil visitantes, 13.046 empréstimos e 12.916 usuários cadastrados.

 

A Gerente do Sistema de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal, Graça Pimentel tem sob sua responsabilidade as 28 bibliotecas públicas da cidade, e vê como uma das atividades mais importantes o cuidado com o acervo. No último ano foi investido gasto cerca de R$ 180 mil na aquisição de livros, equivalente a cerca de 150 novos exemplares para cada biblioteca.

 

Segundo Graça, a Biblioteca Pública de Brasília tem uma importância grande não só para quem mora nas redondezas. “Atendemos pessoas de todo o DF que utilizam o espaço para estudar ou mesmo para quem trabalha por perto e passa na hora do almoço. Ao todo são mais de mil empréstimos de livros por mês”, calcula.

 

Os usuários da biblioteca têm também à disposição o Telecentro – uma sala de informática com computadores e acesso à internet. O acesso se dá de forma gratuita para os usuários cadastrados, e que recebe um montante de 500 visitantes por mês. O Telecentro é resultado de convênio celebrado entre a Secretaria de Cultura do DF e o Ministério de Ciência e Tecnologia.

 

Lugar de Cultura

 

Previsto na Lei Orgânica da Cultura (LOC), sancionada em dezembro de 2017, o programa Lugar de Cultura, que propõe significativos avanços para a valorização, recuperação e fortalecimento dos espaços culturais, desde a execução de obras fundamentais a um pensamento mais moderno de gestão e sustentabilidade.

 

Serviço

 

Horário de funcionamento:

Segunda a sexta-feira, de 7h30 as 18h00, e aos sábados, de 07h30 as 13h30.

O balcão de atendimento encerra 30 minutos antes do fechamento da biblioteca.

Localização e Contatos:

Endereço: EQS 312/313 – Brasília – DF

Telefone: (61) 3245-5022

Fax: (61) 3346-5560

E-mail: bibpub312@gmail.com