Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/08/19 às 17h35 - Atualizado em 2/08/19 às 17h51

Biblioteca Nacional de Brasília discute seu regimento interno com a comunidade

COMPARTILHAR

A fim de democratizar o acesso e construir regras de uso que atendam à comunidade, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) promoveu, nesta quinta-feira (1º), a leitura pública do regimento interno da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB). Usuários do espaço, bibliotecários e servidores públicos participaram do momento e contribuíram com o texto final que será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal.

 

A inciativa de publicizar e debater o documento visa atender toda a diversidade do público do Distrito Federal que frequenta a BNB, conforme explica o subsecretário do Patrimônio Cultural da Secec Cristian Brayner. “É importante que a comunidade se aproprie do texto, pois ele determina desde questões de segurança, acessibilidade e mesmo do acervo”, disse.

 

Mais que isso, Brayner aponta que o regimento interno é uma oportunidade para que o espaço ganhe identidade própria, respondendo à sua vocação de biblioteca pública. “Com esse instrumento, a Biblioteca se tornará mais democrática, oferecendo acervos e serviços a toda a população do DF, independentemente da idade, sexo e escolaridade”, comentou durante o encontro.

 

Durante o evento em que foi lida a proposta de regimento elaborada por consultor especializado da Unesco, os presentes apresentaram suas contribuições para melhor funcionamento do local, como horário dos serviços, e regras de convivência. “O Regimento Interno é um instrumento burocrático, que estabelece princípios sociais. Sendo construído coletivamente, com estamos fazendo, essas regras trazem mais empatia e desburocratiza as relações”, finalizou Brayner.

 

A Biblioteca Nacional de Brasília foi o segundo equipamento cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa a realizar a leitura pública do Regimento Interno. O primeiro deles foi o Memorial dos Povos Indígenas que em junho debateu o regramento. A ideia é que todos os espaços geridos pela Secec discutam, junto à comunidade, seus regimentos.

 

Leia também...