Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/03/14 às 14h42 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Bahia marcará último dia de Carnaval na Passarela da Alegria

COMPARTILHAR


Confira a programação de terça-feira no DF

A Bahia será um dos temas marcantes no último dia de Carnaval no Distrito Federal. Na Passarela da Alegria, a escola Acadêmicos da Asa Norte desfila ao som do samba enredo “Asa Norte traz da Bahia a Tenda dos Milagres''. Já a Associação Recreativa do Cruzeiro (Aruc) comemora o centenário do baiano Dorival Caymmi.

A terça-feira conta, também, com o desfile da Águia Imperial de Ceilândia, que traz o Nordeste e o folclore para a passarela. A Bola Preta de Sobradinho samba ao som do enredo “Quilombo das palavras o canto livre no reino dos lusófonos”. A Mocidade do Gama “Tira as máscaras e mostra a cara no Carnaval”. E a unidos da Vila Planalto homenageia Aroldo Melodia, que foi intérprete da União da Ilha do Governador, escola de samba do Rio de Janeiro.

No domingo (2), a chuva foi um componente extra dos desfiles da Passarela da Alegria. A primeira escola, Gigante da Colina, entrou pontualmente às 20h e enfrentou chuva em metade da passagem. Cinco escolas se apresentaram e por pouco tempo a chuva deu uma trégua. 

Na segunda (3), a diversidade tomou conta da estrutura montada ao lado do Ginásio Nilson Nelson. Outras cinco escolas do grupo de acesso desfilaram temas como “Tem amor, tem magia, tem sedução, meu perfume vai despertar emoção”, “Brasil, país do samba e do futebol” e “Artesanato- Nossa vida, nossa arte, nossa gente”.

Público

“Hoje é o grande dia para termos a casa cheia, porque teremos as escolas do Grupo Especial. Nossa expectativa é reunir, ao longo dos quatro dias de festa, aproximadamente 35 mil foliões”, informou o secretário de Cultura, Hamilton Pereira.

Segundo ele, este ano o carnaval recebeu R$13,1 milhões em investimentos. “Esse valor corresponde a estrutura de conforto, segurança e lazer que estamos oferecendo para população”, finalizou Pereira. 

Este é o segundo ano que a estrutura do Carnaval para as escolas de samba é montada ao lado do Nilson Nelson. A passarela, por onde passarão cerca de 10 mil passistas e 21 agremiações, tem 300 metros e espaço para arquibancadas e camarotes.