Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/07/19 às 15h42 - Atualizado em 9/07/19 às 17h09

AT&T e WarnerMedia buscam oportunidades de investir no setor de audiovisual em Brasília

COMPARTILHAR

Executivos da AT&T reuniram-se hoje (9) na Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, com o titular da pasta, Adão Cândido, para conhecer os projetos do Governo do DF sobre o novo parque audiovisual da capital. Eles também falaram sobre os planos de remissão fiscal para atrair investimentos em produção de conteúdo por parte de grandes estúdios, emissoras de televisão, desenvolvedoras de games e empresas de tecnologia.

 

“A ideia é criar um cluster de desenvolvimento, para impulsionar a indústria e a economia criativa do Distrito Federal”, explicou o secretário aos visitantes. Ele também destacou que um dos objetivos do polo, que será construído no Setor de Clubes Esportivos Sul, é promover capacitação, ampliando o mercado de trabalho.

 

Dona da WarnerMedia, cuja aquisição foi referendada no ano passado nos Estados Unidos pelas agências reguladoras, a AT&T está finalizando a estratégia de competição global com a também gigante Netflix, o que deve ser alavancado com a regulamentação do VoD (Video on Demand) no Brasil, um grande mercado para “streaming” de filmes e séries.

 

“Vamos contratar produtores locais para produzir conteúdos exclusivos para a Warner”, explicou o executivo da transnacional Jim Meza, impressionado com os espaços da capital da república. Também participaram do encontro com o secretário dirigentes da AT&T nas áreas de direção geral, Michael Hartman, de assuntos de regulação externa, Karim Lesina, e de relações internacionais, Facundo Recondo. Pela Secec também esteve no encontro o coordenador do audiovisual, Wanderlei Silva.

 

Cândido participou recentemente em Los Angeles, nos Estados Unidos, do seminário “Producing Film/TV in Brazil and U.S”, iniciativa da Brazil California Chamber of Commerce. Na oportunidade, apresentou os planos para o setor audiovisual para uma plateia de grandes produtores e representantes da indústria cinematográfica norte-americana.

 

Na reunião de hoje com os executivos da AT&T (DirectTV, Sky Brasil etc), Cândido informou que o GDF estuda a implementação de uma nova matriz tributária com “tax rebate” (remissão fiscal), a fim de atrair investimentos. Explicou que o DF concentra as características de município e estado no recolhimento de ISS e ICMS, o que facilita a criação de um modelo atraente para empresas que queiram investir por meio de incentivo fiscal. “Estamos assistindo à materialização de um novo modelo de negócios, em que os produtores de conteúdo querem cultivar o relacionamento com os consumidores, o que lhes abre novas perspectivas de negócios. Brasília quer estar bem posicionada para aproveitar essa onda”, concluiu o secretário.