Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/04/17 às 21h13 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Aniversário de Brasília: Cultura, Identidade e Patrimônio

COMPARTILHAR

O encontro entre a arte modernista e o grafite; o diálogo entre teatro e patrimônio; a luta indígena e a cultura descentralizada. A diversidade da nossa cultura popular dá o tom da programação oficial dos 57 anos da capital federal. A abertura das comemorações foi memorável, com a entrega dos Prêmios FAC a artistas relevantes da nossa cultura dentro das atividades do Encontro da Rede Pontos e Pontões de Cultura, ocorrido nos dias 13, 15 e 16, na Casa do Cantador (Ceilândia).

Até o final do mês, contudo, o DF estará repleto de eventos gratuitos para celebrar o Aniversário de Brasília, de maneira descentralizada, democrática e promovendo ocupação de espaços públicos e fortalecimento dos equipamentos culturais, com reforço de programação de shows, espetáculos e mostras de cinema e artes plásticas. “A melhor forma de valorizarmos o nosso patrimônio, ainda mais nesses 30 anos de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade, é promovendo uma ocupação qualificada desses espaços culturais”, pontua o secretário de Cultura, Guilherme Reis.

As 28 atrações artísticas, selecionadas por meio de chamamento público, serão distribuídas por dez espaços. Nesta quarta, o primeiro show será do artista plural Renato Matos, que levará sua batida afropop ao Museu Nacional, para a abertura da exposição MUNDEZ. Após o show, a galeria principal do museu estará aberta à visitação. A mostra é composta pelos acervos do próprio museu e do MAB, que se encontram debaixo da cúpula com a arte urbana, de grafiteiras e grafiteiros. Trabalhos de Antonio Delei, Brixx Furtado, Flávio Soneka, Gilmar Gake, Gilmar Satão, Guga Baygon, João Sowtto, Michelle Cunha, Mikael Omik, Odrus, Tiago Botelho e Toys Daniel interagem com as obras de Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Rubem Valentim, Anita Malfatti, Heitor dos Prazeres, Orlando Teruz, Cícero Dias e Volpi.

No fim de semana do aniversário, dias 21, 22 e 23, a Torre de TV vira palco para shows de 11 artistas, mais a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro em concerto especial com projetos sociais de alunos da rede pública de ensino de UnB. “Os shows trazem grande variedade de estilos e origens do Brasil e representam as culturas que formam a identidade de Brasília, igualmente diversa. Nesses 57 anos, 30 anos do tombamento da cidade como Patrimônio Cultural da Humanidade, queremos voltar nosso olhar para o nosso maior patrimônio, que é a riqueza de nossa cultura”, destaca o secretário de Cultura, Guilherme Reis.

Os shows na Torre começam no dia 21, às 18h, com o forró de Dona Gracinha e dança urbana do grupo Black Spin Breakers. Em seguida, sobe ao palco a banda Dê um Rolê. O grupo, em plena ascensão no cenário nacional, realiza show em homenagem aos Novos Baianos. Para encerrar o primeiro dia de shows, a cantora paraibana Elba Ramalho apresenta seu show O Carnaval do Brasil. O DJ Nagô faz a discotecagem.

No sábado (22), do grupo Raça Negra será a atração principal da noite, que ainda contará com apresentações do DJ Barata, Boi do Sei Teodoro, Ciclone na Muringa, Trio Siridó e a sambista Cris Pereira. Para encerrar as atividades da Torre, no domingo (23), a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro apresenta concerto a partir das 17h.

No domingo, a festa segue a partir das 19h, com os shows da edição especial do Poderes da Arte, no Centro Cultural Três Poderes. Celebrando também o Dia do Choro, sobem ao palco os instrumentistas Cacai Nunes e, em seguida, Fernando César. Para fechar o evento, o público poderá curtir a música caipira de Renato Teixeira.

Atividades culturais descentralizadas

A programação cultural do Aniversário de Brasília deste ano vai muito além dos shows e reúne durante todo o mês um variado cardápio de atividades para além do Plano Piloto. Em homenagem também ao Dia do Índio, o Cine Brasília realizada nesta quarta (19), exibição especial do documentário Martírio, seguida de debate com os realizadores. E, até o domingo (23), está aberta para visitação a Mostra de Cultura dos Povos Indígenas, no Memorial dos Povos Indígenas.  Na próxima semana, estão previstas ações de educação patrimonial, sobre Brasília e sua história, para alunos do ensino fundamental da rede pública em locais como o Centro Cultural Três Poderes, o Museu Vivo da Memória Candanga e o Catetinho.

“Neste ano teremos mais de 30 ações distribuídas em 16 dias de programação, em várias regiões administrativas, ampliando o acesso da população à toda a programação, que é muito diversa e vai desde contações de história, teatro infantil e exposições até shows artísticos”, complementa a subsecretária de Políticas de Desenvolvimento e Promoção Cultural, Mariana Soares.

Ocupando três dos mais tradicionais espaços culturais de Brasília, o programa de Educação Patrimonial preencherá as tardes do Catetinho, do Museu Vivo da Memória Candanga e do Centro Cultural Três Poderes com o novo espetáculo da Cia. Teatral Mapati, Da discórdia ao quadrilátero que “desescondeu o Brasil”. A programação matutina desses espaços contará com apresentações do Quilombos da Liberdade e dos espetáculos Saci é uma Peça! e Brincando com Livros.

Outro destaque da programação é o inédito circuito de apresentações artísticas no Metrô, no dia 4 de maio. Nesta data, a Estação Central – Plano Piloto receberá o sarau literário Lira que Gira; o show dos violeiros Roberto Corrêa e Badia Medeiros; e o Zé do Pife e as Juvelinas. Na Estação Furnas (Samambaia), se apresentam Grupo Menino Jesus de Praga de Brazlândia, o teatro de rua Carriola; e o projeto Aborígine: Trilhando Poesias. A terceira parada será na estação da Praça do Relógio, em Taguatinga, onde o público poderá curtir o projeto A Arte de Ler, ouvir o som de Macedo & Mariano e da Orquestra Percussiva Batukenjé.

Investimentos

A Secretaria de Cultura investe R$ 263 mil na contratação dos talentos locais. Para os cachês de artistas nacionais mais a contratação do Boi do Seu Teodoro e da Aruc, patrimônio imaterial da cultura do DF, são investidos R$ 347 mil. As estruturas para os shows custam R$ 661.715,24. Para a realização da exposição comemorativa de uma década do Museu Nacional, MUNDEZ, foram destinados R$ 173.612,25. Os investimentos para a realização do Encontro de Pontos e Pontões de Cultura do DF totalizaram R$ 148.959,30. Confira a tabela de investimentos para realização de todas as atividades do Aniversário de Brasília aqui.

ANIVERSÁRIO DE BRASÍLIA 2017 – PROGRAMAÇÃO CULTURAL

MEMORIAL DOS POVOS INDÍGENAS: 17 a 23 de abril

• 9h às 17h30 – Mostra de Cultura dos Povos Indígenas

=======================================================================

MUSEU NACIONAL DA REPÚBLICA – EXPOSIÇÃO MUNDEZ: 19 de abril a 4 de junho

• 20h – Renato Matos

• 19h às 22h – Projeção Mapeada (VJ Alexandre Rangel – Quase-Cinema Lab)

=======================================================================

CINE BRASÍLIA:

19 de abril

• Exibição de Martírio, às 19h, seguida de debate com realizadores. Entrada franca.

=======================================================================

TORRE DE TV: 21 de abril

• 11h às 15h – 6º KILOMBRASILIA

• 18h às 18h40 – Dona Gracinha da Sanfona

• 19h às 19h40 – Ciclone na Muringa

• 20h às 21h30 – Dê um Rolê – Tributo aos Novos Baianos

• 22h às 23h30 – Elba Ramalho

DJ Nagô (trocas de palco)

=======================================================================

TORRE DE TV: 22 de abril

• 18h20 às 19h – Boi do Seu Teodoro

• 19h30 às 20h10 – Trio Siridó

• 20h40 às 21h20 – Cris Pereira

• 22h às 23h30 – Raça Negra

DJ Barata (trocas de palco)

=============================================================================

TORRE DE TV: 23 de abril

• 17h às 20h – Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional com projetos sociais de alunos da rede pública de ensino e UnB

=============================================================================

PRAÇA DOS TRÊS PODERES: 23 de abril

• 19h às 19h40 – Cacai Nunes

• 20h às 20h40 – Fernando César

• 21h às 22h30 – Renato Teixeira

• 19h às 22h – Cinema Voador

===========================================================================

CATETINHO: 25 de abril

• 9h às 10h – Quilombos da Liberdade

• 15h às 16h – Espetáculo Da discórdia ao quadrilátero que “desescondeu o Brasil”, da Cia. Teatral Mapati

===========================================================================

MUSEU VIVO DA MEMÓRIA CANDANGA: 26 de abril

• 9h às 10h – Espetáculo Saci é uma Peça!, de Kamala Ramers

• 15h às 16h – Espetáculo Da discórdia ao quadrilátero que “desescondeu o Brasil”, da Cia. Teatral Mapati

==========================================================================

PRAÇA DOS TRÊS PODERES: 27 de abril

• 9h às 10h – Teatro Literário – Brincando com Livros

• 15h às 16h – Espetáculo Da discórdia ao quadrilátero que “desescondeu o Brasil”, da Cia. Teatral Mapati

=======================================================================

VILA PLANALTO (Praça Nelson Corso): 29 de abril

• 18h às 19h – Black Spin Breakers

• 20h às 21h – Liga Tripa

• 21h às 22h – ARUC

==========================================================================

METRÔ E IMEDIAÇÕES: 4 de maio

Estação Central – Plano Piloto

• 16h30 – Sarau Literário – Lira que Gira

• 17h30 – Roberto Corrêa, Badia Medeiros e grupo Catira

• 18h30 – Zé do Pife e as Juvelinas

Estação Furnas – Samambaia

• 17h30 – Grupo Menino Jesus de Praga de Brazlândia – Folia de Reis e Dança de Roda

• 18h30 – Carriola – Teatro de Rua

• 19h30 – Aborígine: Trilhando Poesias

Praça do Relógio (Taguatinga)

• 17h30 – A Arte de Ler

• 18h30 – Macedo & Mariano

• 19h30 – Orquestra Percussiva Batukenjé

===========================================================================

OUTRAS ATIVIDADES

SETOR COMERCIAL SUL: 20 de abril

• 12h às 23h – 5ª Cultural (primeira edição de 2017)

===========================================================================

CINE BRASÍLIA: 20 a 23 de abril

• Lobo Fest: 9º Festival Internacional de Filmes Curtíssimos

=======================================================================

PARQUE DA CIDADE: 21 de abril

• 13h às 22h – Picnik Aniversário de 5 anos (com incentivo da LIC)

=======================================================================

CENTRO DE CONVENÇÕES ULYSSES GUIMARÃES: 21 de abril

• 14h às 19h – Festival de Música Gospel

===========================================================================

VIA DE ACESSO AO AEROPORTO INTERNACIONAL JK: 21 de abril

• 17h às 19h – Nasce um novo visual do tempo