Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/02/14 às 19h28 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Acadêmicos de Santa Maria canta o sertão no carnaval de Brasília

COMPARTILHAR
Em busca de uma vaga no Grupo Especial, escola trouxe repentistas e forrozeiros do Nordeste
BRASÍLIA (22/2/14) – Com enredo sobre o sertão e as maravilhas da cultura nordestina, a Acadêmicos de Santa Maria entrará na Passarela da Alegria, no domingo (2), disposta a recuperar uma vaga no grupo de elite do carnaval brasiliense, perdida no ano passado.
 
“Agora entramos renovados, com mais vontade, e a comunidade nos apoiando mais que nos outros anos. A expectativa é voltar ao Grupo Especial”, aposta o diretor de Carnaval da escola, Gilson Reis.
 
A Acadêmicos levará para a Passarela da Alegria 14 alas, 480 componentes, dois carros e um tripé na comissão de frente. A escola trouxe repentistas e forrozeiros do Nordeste e um intérprete e uma rainha de bateria do Rio de Janeiro, tudo para apresentar o tema “Num sonho da academia nas asas da alegria, surgem contos e festas de um sertão em magia”.
 
“Falamos de uma mistura que é a realidade do sertão brasileiro, que atrai vários turistas do mundo inteiro. Vamos trazer o sertão de ontem para o sertão da atualidade”, disse Reis.
 
A inspiração, segundo o carnavalesco, surgiu após a leitura de um livro sobre o tema. Além disso, é uma homenagem à esposa dele, que é descendente de Maria Bonita, mulher do famoso cangaceiro Lampião.
 
Fundada em 1999, a Acadêmicos de Santa Maria subiu pela primeira vez ao Grupo Especial em 2013, e agora tentará recuperar o posto. Representada pelas cores verde e branca, a agremiação tem uma coruja como símbolo.