Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/03/14 às 17h02 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Acadêmicos da Asa Norte é tricampeã

COMPARTILHAR


Aruc ficou em segundo lugar, em disputa acirrada pelo título de campeã

BRASÍLIA (5/3/14) – A comemoração do Carnaval 2014 de Brasília foi vermelha e branca. Pelo terceiro ano consecutivo, a Acadêmicos da Asa Norte levou o título de campeã, com 268,5 pontos. A disputa com o segundo lugar, a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc), foi acirrada, com diferença de 0,8 ponto.

“Ser tricampeão em cima das grandes escolas de Brasília não é fácil. Foi muito suado, teve muito debate”, contou, emocionado, o presidente da campeã, Nelson Farias.

Em terceiro lugar ficou a Bola Preta, de Sobradinho, com 263 pontos. A escola rebaixada foi a Mocidade do Gama, que ficou em sexto lugar com 250,70 pontos e competirá no Grupo de Acesso no próximo ano.

Nove quesitos foram analisados: conjunto e evolução, mestre sala e porta bandeira, fantasia, alegorias e adereços, samba-enredo, harmonia, enredo, bateria e comissão de frente. A Aruc seguiu empatada com a Asa Norte durante boa parte da apuração, mas os quesitos fantasia, harmonia e comissão de frente foram decisivos.

“O segundo lugar mostra a necessidade de trabalhar mais e melhor, de chamar a comunidade, corrigir erros”, enfatizou o diretor financeiro da Aruc, Francisco Paulo.

A Asa Norte entrou na Passarela da Alegria nessa terça-feira (4) com o samba-enredo “Asa Norte traz da Bahia a tenda dos milagres”, que falou da “luta contra opressão” e da “igualdade que o povo queria”.

A escola entrou com 950 componentes, sendo 100 na bateria. Foram 14 alas, três carros alegóricos, três casais de mestre-sala e porta-bandeira e seis intérpretes.

Fundada em 1969 como um bloco, a Acadêmicos da Asa Norte já ganhou nessa categoria quatro vezes. Entre idas e vindas, a escola voltou à Categoria Especial em 2011, após vencer a de Acesso em 2010. Em 2011, ficou na terceira posição, e conquistou o primeiro lugar nos dois últimos carnavais, repetindo o feito este ano.

(B.F/J.S*)