Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/18 às 11h02 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Economia criativa em debate no DF

COMPARTILHAR

A economia criativa e a relação com a cultura, o turismo e o design do Distrito Federal estão no centro do debate da 1ª edição do Distrito Criativo, evento que promove a reflexão sobre o desenvolvimento da cidade. Fazem parte da iniciativa, que ocorre de 5 a 7 de junho, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, o Seminário Internacional de Economia Criativa do Distrito Federal e o 3º Encontro de Turismo Criativo.

 

A iniciativa converge com a entrada de Brasília na Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em outubro de 2017 e com o fortalecimento do fomento cultural no DF, desde o suporte a empreendedores culturais por meio do programa Território Criativo ao incentivo de recursos diretos dos mecanismos de apoio e patrocínio.

 

Nesse contexto, a programação do evento abre espaço para um intercâmbio de experiências com outros destinos criativos da área. A mesa de debate inclui representantes de Buenos Aires (ARG), Saint Etienne (FRA), Detroit (EUA) e Curitiba (BRA).

 

Para o secretário de Cultura, Guilherme Reis, o evento se destaca por posicionar a agenda de economia criativa no âmbito do processo de desenvolvimento sustentável e integrado do Distrito Federal. “O Distrito Criativo mostra que é possível empreender em arte e cultura, e realiza o debate a partir das experiências em economia criativa das diferentes regiões administrativas do DF, que hoje representam uma das nossas grandes forças de trabalho”, afirma.

 

Por meio do programa Território Criativo, a Secretaria de Cultura tem atuado de forma sistêmica na agenda de economia criativa, fomentando agentes, empreendedores e arranjos de desenvolvimento do segmento. Durante o seminário serão apresentados 14 casos de economia criativa do DF em diferentes linguagens e lugares no sentido de ilustrar, refletir e debater essas ações.

 

O turismo criativo também se apresenta como tendência mundial na economia criativa. “Vamos consolidar nossa capital como um dos principais destinos do Brasil nessa área, promovendo uma política específica para a agenda do turismo. Com o trabalho desenvolvido desde o início da nossa gestão, o DF está mais preparado para encarar desafios e aproveitar oportunidades”, destaca o secretário de Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena.

 

Cidade Criativa do Design

 

A candidatura de Cidade Criativa do Design fez parte do conjunto de metas estabelecidas pelo Plano de Turismo Criativo.  O documento foi resultado das duas edições anteriores do Encontro de Turismo Criativo de Brasília, realizadas em 2015 e 2016, que reuniram lideranças locais do setor produtivo para debaterem o desenvolvimento do setor em Brasília. Sendo assim, o público vai conhecer duas importantes ações concebidas a partir da proposta do Plano.

 

O mapa Brasília Cidade Criativa do Design, que deve ser lançado logo após a abertura oficial, em 5 de junho, oferta 58 endereços de design, localizados na área central da capital e divididos entre cafés e padarias, lojas e galerias, hoteis, restôs, bares e cervejarias. O material também contextualiza a relação entre Brasília e design, assim como divulga 18 atrativos imperdíveis para os fãs da arquitetura modernista.

 

Já os roteiros autoguiados de Brasília possibilitam uma imersão turística ao visitante em trânsito na cidade com conexões superiores a quatro horas. As rotas feitas a pé e de bicicleta, denominadas de walking tour bike tour, compreendem da

Praça dos Três Poderes à Catedral Militar Rainha da Paz, passando por vários pontos turísticos. A apresentação do projeto encerra as atividades do Distrito Cultural, em 7 de junho.

 

O Distrito Cultural é uma realização da Secretaria de Cultura, da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, ​e ​do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF), com parceria institucional do Instituto

Bem Cultural e cooperação da Unesco Brasil.

 

Programação completa do Distrito Criativo

 

Dia 5 de junho

19h – Abertura Oficial do Distrito Criativo

20h – Apresentação do mapa Brasília Cidade Criativa do Design, com Experimente Brasília.

20h20 – Palestra sobre economia criativa e turismo criativo na transformação das cidades, por Carlos Martins.

 

Dia 6 de junho

9h30 – Painel I: Economia Criativa

10h20 – Painel lI: Distrito Criativo

14h – Painel II: Distrito Criativo (Música)

16h – Painel II: Distrito Criativo (Moda)

17h20 – Painel II: Distrito Criativo (Audiovisual)

 

Dia 7 de junho

9h30 – Palestra sobre criatividade e design como ativo do turismo criativo, com Maria Luisa Rossi. Cases das cidades criativas de Curitiba, Buenos Aires e Saint Ettienne.

14h – Palestra sobre o edifício da Embaixada da Itália em Brasília: quando o design incorpora a eficiência, por Ayara Mendo.

14h30 – Palestra sobre turismo inteligente, por Luiz Barretto.

15h20 – Especializações inteligentes – descoberta empreendedora, por Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

16h – Painel IV: Design local – design de serviços, design gastronômico, design de moda e design urbano.

18h10 – Apresentação do mapa de roteiros autoguiados de Brasília.

 

 

SERVIÇO:
1ª edição do Distrito Criativo
De 5 a 7 de junho. No auditório Águas Claras do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.
Entrada franca mediante a inscrição prévia.

Mais informações: 0800 570 0800.